Através das imagens registradas por uma câmera, a polícia conseguiu identificar um dos bandidos que assaltaram um idoso em plena luz do dia, na Baixada Fluminense, no Rio de Janeiro. O vídeo, com aproximadamente 01min40seg, foi registrado no último dia 02 de outubro, primeiro turno das eleições, na Rodovia Rio-Teresópolis (BR-116), na via que segue para o Rio de Janeiro. O #assalto, ocorrido pela manhã, às 10h20, aconteceu próximo ao bairro da Ponte Preta, em Magé, Baixada Fluminense.

As imagens mostram quando os bandidos, que estavam dentro de um Toyota Corolla, aparecem no cruzamento, esperam alguns carros passarem e, em seguida, atravessam o carro fechando a via.

Publicidade
Publicidade

Neste momento, aparece um Honda Civic, sem ter como seguir na via, que estava interditada pelos bandidos. O motorista do Honda é obrigado a parar. Dois criminosos descem do Corolla, um deles, vestindo uma camisa vermelha e com um fuzil nas mãos, faz a “guarda” enquanto o outro aborda o motorista e retira-o de dentro do carro à força. Nas imagens percebe-se que o motorista demonstra certa dificuldade em descer do veículo, pois já era idoso, mesmo assim o bandido o tira do carro, deixando-o apenas com um dos pés calçado.

Os meliantes deixam o idoso no meio da via, que fica parado desnorteado sem saber o que fazer e para onde ir. Pelas imagens percebe-se que o idoso demora a entender o que está acontecendo. Os criminosos fogem com o carro roubado, e o senhor então caminha lentamente na via, como se esperasse por algum socorro, mas ninguém aparece.

Publicidade

Neste momento o vídeo encerra.

O delegado responsável pelo caso, Antônio Silvino, titular da 66.º Departamento de Polícia (DP/Piabetá), analisou as imagens do assalto e reconheceu um dos suspeitos do roubo do veículo, o que estava de camisa vermelha e fuzil nas mãos, e afirmou que se trata de um traficante da Comunidade Santa Lúcia. A polícia continua investigando o caso e realizando buscas na região à procura dos criminosos. O carro da vítima foi localizado próximo ao 52.º Departamento de Polícia, sem nenhum sinal de violência.

Até o fechamento desta matéria a identidade da vítima foi mantida em sigilo, pois a mesma não quis ser identificada, com medo de represálias.

O caso ganhou grande repercussão pois o vídeo foi compartilhado por milhares de internautas, indignados com a ousadia dos criminosos. Os comentários relatam a grande insegurança que assola o estado do Rio de Janeiro e o quanto os bandidos estão sendo audaciosos na hora de cometer delitos.

#Crime #Investigação Criminal