Uma promoção de aniversário na rede de mercados Guanabara gerou muita correria e confusão. Na sede, que fica em São Gonçalo, Região Metropolitana do Rio, logo que abriu, às 8h, aconteceu uma briga entre dois clientes por causa de um carrinho de compras. A briga foi registrada em um celular de outro cliente que estava no estabelecimento na hora da confusão.

Um administrador de empresas, de 32 anos, que não quis revelar sua identidade, foi quem gravou a cena. 

Segundo o administrador, ele chegou ao local às 6h da manhã e já tinha fila do lado de fora. Todos esperavam a abertura do estabelecimento, que aconteceria às 8h. Tinham filas de pedestres e de veículos também.

Publicidade
Publicidade

O homem informou que, logo na abertura, aconteceu um empurra-empurra, muita correria nas instalações internas do mercado, que estava completamente lotado. Foi então que viu e resolveu registrar a briga entre os dois homens, que, além de trocarem socos, um deles deferiu um golpe conhecido como “guilhotina”, onde se agarra o pescoço do adversário.

Nas imagens, percebe-se que outros homens passam por cima dos carrinhos que estão tumultuados, próximos à briga. Um deles tenta separar os brigões, o outro chega para ajudar, pois um dos envolvidos agride novamente o “adversário". Uma mulher interfere na ação, faz um gesto para que ele pare. A briga é finalmente separada pelos dois homens que passaram pelos carrinhos e conseguiram apartar os brigões.

Nas imagens, não se vê, em nenhum momento, os seguranças do local, porém, segundo o administrador de empresas que fez a filmagem, era impossível os seguranças chegarem até a briga, devido ao tumulto que estava dentro do mercado.

Publicidade

Em nota, a assessoria da empresa informou que repudia qualquer tipo de violência. Acrescentou ainda que todas as 25 filiais contam com um sistema de monitoramento interno, e que possuem uma equipe de segurança totalmente preparada para evitar que ações, como essa, aconteçam novamente, finalizando que a empresa preza pela segurança e bem-estar de seus clientes.

Na filial da rede, localizada em Niterói, também na Região metropolitana do Rio de Janeiro, uma hora após abertura, já não tinha mais carrinhos para os clientes efetuarem as compras e muitas prateleiras já estavam totalmente vazias.

No ano de 2015, apenas no primeiro dia, foi registrado, na filial de Niterói, uma movimentação de 40 mil pessoas dentro da loja, e, este ano, conta com 76 caixas para atenderem os seus clientes.

#Crime #Casos de polícia