Cenário de conflitos e tiroteios constantes, o estado do Rio de Janeiro viveu mais um dia assim. Desta vez, o confronto foi na comunidade Pavão-Pavãozinho, localizada no bairro de Copacabana, zona Sul do Rio de Janeiro. O vídeo registrou o intenso tiroteio que aconteceu na tarde de segunda-feira, 10 de outubro, entre policiais e traficantes da comunidade. Um dos traficantes que participava do ataque acabou sendo atingido, caindo do alto de um penhasco.

O vídeo foi gravado por um cinegrafista amador, morador do bairro de Copacabana, que estava em seu apartamento, em frente à área de conflito, e que conseguiu captar as imagens com clareza.

Publicidade
Publicidade

Os traficantes estavam escondidos numa mata rochosa, trocando tiros com policiais. Dá para ouvir a intensidade do tiroteio, e na gravação dá para ver o momento exato em que uns dos criminosos é acertado em cheio por um tiro, vindo a cair do alto do penhasco.

O homem que morreu na queda do penhasco ainda não foi identificado. Um capitão da Polícia Militar, identificado como Vinícius Apolinário de Oliveira, que é comandante da Unidade de Polícia Pacificadora (UPP) da comunidade, foi ferido no confronto. Ele foi socorrido e levado para o Hospital Central da Polícia Militar. Vinícius recebeu atendimento, mas já foi liberado do hospital.

Esse foi o segundo tiroteio registrado somente na tarde de segunda-feira em Copacabana. Os disparos conseguiram ser ouvidos em diversos pontos da Zona Sul.

Mais uma vez, os tiroteios interferem na vida de moradores, que são obrigados a mudar toda sua rotina.

Publicidade

Os comerciantes locais, apavorados, tiveram que fechar os pontos comerciais. Muitos moradores não saíram de casa. Crianças faltaram à aula e ficaram em casa, devido ao risco de uma bala perdida. Quem estava fora de casa não pode retornar até que o conflito acabasse. Ou seja, foi gerado um pânico total.

Até um dos acessos à estação do metrô General Osório também foi bloqueado por motivos de segurança. Como uma medida de proteção aos moradores da comunidade o policiamento foi intensificado.

No bairro de Ipanema, localizado também na Zona Sul do Rio de Janeiro, foi registrado outro confronto envolvendo policiais e traficantes no morro do Cantagalo. As vias de acesso aos dois bairros foram interditadas pois, além dos tiros, granadas estavam sendo utilizadas no confronto.

Nas duas ações, 3 homens foram mortos e 6 foram presos, todos integrantes da mesma facção criminosa que vinha atuando na região. Dentre os presos estaria um dos chefes da facção, identificado como Samuel de Freitas e Silva. Os presos foram encaminhados à delegacia e o patrulhamento foi reforçado em toda região.

#Crime #Investigação Criminal