A cirurgiã-dentista Priscila Nicolau, de 37 anos, foi morta no início da tarde desta segunda-feira (31), com um tiro na cabeça, dentro de seu veículo, que tinha 17 perfurações à bala. O corpo da profissional de saúde foi descoberto, após um tiroteio no Morro do Banco, onde policiais trocaram tiros com bandidos armados que tentaram invadir o Morro. O grupo é suspeito de balear a cirurgiã, durante a fuga.

O crime aconteceu na Estrada de Furnas, no Itanhangá, Zona Oeste do Rio de Janeiro. Os policiais encontraram a vítima logo depois que terminou o confronto com criminosos. Segundo o delegado que acompanha o caso, da Divisão de Homicídio, Fábio Cardoso, a vítima teria sido assassinada, numa tentativa de roubo ao veículo.

Publicidade
Publicidade

Peritos disseram que os criminosos que trocaram tiros com os Policias Militares, na tentativa de invasão ao Morro do Banco, ao serem confrontados por policiais, para fugir do local, acabaram atingindo a vítima que passava de veículo no momento.

Os policias envolvidos no tiroteio foram ouvidos, e os parentes da vítima também foram ouvidos, na tarde da segunda-feira (31).

A vítima foi atendida pelos socorristas do corpo de bombeiros, mas já estava sem vida. A estrada foi interditada, e algumas pessoas que utilizam transporte municipal de ônibus, tiveram que descer  do veículo e seguir a pé.

De acordo com o delegado, os bandidos estavam armados com fuzis. A equipe de Divisão de Homicídio chegou ao local por volta das 15h. Policiais da 31ª Delegacia de Polícia, contaram com o apoio do patrulhamento do Grupamento aeromarítimo, que estavam patrulhando o local.

Publicidade

Por volta das 16h, o corpo da vítima foi retirado e a via liberada.

Policiais tiveram acesso às imagens das câmeras de segurança instaladas no Morro do Banco, que mostram o exato momento em que cinco homens armados invadem o morro, armados com fuzis.

As imagens estão sendo analisadas na tentativa de identificar os cinco criminosos, que conseguiram fugir do local. A polícia deseja chegar o mais rápido possível, nos culpados pela morte da profissional de saúde, Priscilla Nicolau.

Confira abaixo o vídeo mostrando as imagens do momento em que os criminosos  invadem o morro;

#Crime #Investigação Criminal