Na tarde da última quarta-feira (16), o jornalista global, Caco Barcellos, realizava a cobertura de uma #Manifestação próxima à Assembleia Legislativa do Estado no Rio de Janeiro, que reunia milhares de servidores públicos que lutavam contra o pacote de medidas de austeridade apresentado pelo governo, quando foi agredido e impedido de continuar a matéria por pessoas contrarias a sua presença.

Quando estava se retirando do local da manifestação, manifestantes jogaram um cone de trânsito no jornalista, já próximo à Avenida Erasmo Braga - o objeto acertou o jornalista na cabeça. Ele saiu do local aos gritos de: "Fora Globo! Fora Globo! Fora Globo!", "O povo não é bobo, abaixo a Rede #Globo!", "Golpista! Golpista!" e cercado por outros jornalistas que presenciaram a #agressão.

Publicidade
Publicidade

Mais cedo aconteceu um caso semelhante com outro repórter do "Jornal O Globo", ele foi agredido por uma pessoa que estava com uma roupa azul. O rapaz abordou o repórter que estava distraído mexendo no celular com um soco, mas o jornalista saiu correndo para fugir das agressões e foi atingido por um chute em sua perna. No momento das agressões, ele perdeu os seus óculos.

A Rede Globo de Televisão se pronunciou sobre as agressões sofridas por seus repórteres. A TV Globo informou que Caco Barcellos tentava fazer uma reportagem para o "Profissão Repórter" quando foi agredido e obrigado a se retirar do local. Assim, foi impedido de realizar a cobertura completa da manifestação. A Globo garante que é contra esse tipo de reação de certas pessoas que tem como objetivo impedir a transmissão da notícia e que o único objetivo da emissora é levar informação ao telespectador.

Publicidade

A Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro divulgou uma nota sobre o ocorrido. A "Alerj" é contra qualquer ação que tem como intenção intimidar ou ameaçar a realização do trabalho dos jornalistas, em sua nota a "Alerj" relatou principalmente as agressões sofrida pelos jornalistas da Globo. Segundo a "Alerj", as agressões são ameaças para a liberdade de imprensa e ao livre acesso à informação.