Sete restaurantes de comida japonesa foram autuados nesta quarta-feira (07/12) pelo Procon-RJ durante a Operação Harakiri, que vistoriou nove estabelecimentos das zonas Norte e Oeste do #Rio de Janeiro. Cerca de 15kg de produtos impróprios ao consumo foram descartados.

Durante a fiscalização, os agentes descartaram 4kg de alimentos - entre produtos vencidos e sem especificação de validade - no restaurante New Pekim, na Tijuca. Entre os ítens estavam tofu, broto de feijão, goiabada, chocolate em barra e guiosa. A equipe do #Procon-RJ verificou também a existência de pequenas baratas, além de ferrugem em seus utensílios. Os fiscais também lacraram quatro botijões de gás por causa da ausência do certificado do Corpo de Bombeiros.

Publicidade
Publicidade

No mesmo bairro, mas no restaurante Mitsuba , os agentes descartaram 1,1kg de produtos vencidos, entre shimeji, tofu, chantilly e leite. Além disso, 3,27kg de bolinho de peixe e 1,1kg sorvete frito estavam sem especificação.

Já no Sukiyaki, localizado no Cachambi, os agentes descartaram 1,5kg de produtos vencidos. Entre os ítens estavam espetinhos de carne, harumaki, guiosa, espetinhos de frango e maisena. Não havia um exemplar do Livro de Reclamações, e o certificado de potabilidade da água estava vencido.

Na Vila Isabel, no restaurante Kimura, a fiscalização descartou 3,6kg de alimentos, entre shimeji, tofu e alho. Além disso, o Livro de Reclamações não estava autenticado pelo Procon-RJ.

Os agentes também estiveram na Barra da Tijuca, onde vistoriaram o restaurante Koni Store. No local, a fiscalização percebeu a ausência do cartaz do Disque 180, além da falta de autentificação do Livro de Reclamações.

Publicidade

Já no Recreio dos Bandeirantes, a equipe do Procon-RJ esteve no Beishu Sushi Lounge, que estava sem o certificado de potabilidade da água.

Por fim, no restaurante Tsuki, na Tijuca, a equipe do Procon-RJ descartou 40 litros de chope vencido. Não havia o cartaz do Disque 180, e o Livro de Reclamações não estava autenticado pelo órgão.

Não foram encontradas irregularidades em dois estabelecimentos da Barra da Tijuca: Planeta Sushi (localizado na Avenida Marcechal Henrique Lott) e no Sushi Mar (Avenida Lúcio Costa). #consumidor