Um policial militar à paisana se dirigia para o trabalho em Copacabana, no #Rio de Janeiro, quando foi vítima de um assalto e, para se defender, matou um dos bandidos. Populares que passavam pelo local filmaram o desabafo do agente.

As imagens mostram o homem discursando para a câmera enquanto o bandido baleado e uma moto estão no chão, ao fundo. A tentativa de assalto ocorreu no sábado (31/12).

Desabafo

O vídeo gravado por populares tem cerca de um minuto. "Eu venho trabalhar em Copacabana, pagamento atrasado, sem 13º (salário)”, desabafa o policial que não foi identificado.

“Minha esposa está grávida de gêmeos em casa, oito meses, eu tô vindo trabalhar e vem dois marginais tentar me assaltar”, diz.

Publicidade
Publicidade

“Graças ao meu bom Deus, eu não perdi a minha vida”, continua o policial.

“É isso aí. Tá vendo aí... A gente fica triste, mas é melhor ele do que a gente”, diz o homem que filma a cena. “Vocês têm que ajudar a nós. Nós somos a última barreira entre o bem e o mal. Sem a gente a sociedade acaba”, prossegue o policial.

Na continuação do vídeo, um homem se aproxima e aplaude. “Isso aqui é por vocês e pela minha esposa que está lá (em casa)”, diz o policial à paisana, que agradeceu o apoio dos curiosos.

O vídeo foi postado em diversas páginas no Facebook e viralizou. Na página “Saga Policial”, que publicou as imagens na noite de sábado, a postagem alcançou seis mil curtidas, mais de 600 comentários e quase sete mil compartilhamentos, sendo visualizada quase 500 mil vezes.

Entre os comentários, quase todos apoiavam a ação do policial.

Publicidade

“Foi um ato agressivo. De fato é sim, porém ou era ele ou o bandido. Eu salvo o policial”, disse um seguidor da página.

“Parabéns para você, mas agora os direitos humanos vão cair em cima, porque aqui quem tem vez é ladrão e não herói como você”, disse outro.

Caos no Rio de Janeiro

O Estado do Rio de Janeiro vive um momento de grave crise financeira que afeta as áreas de saúde e segurança pública.

Os policiais, por exemplo, só devem receber a última parcela do 13º salário neste mês de janeiro. #Crime #Casos de polícia