Na manhã desde último domingo (26) de carnaval, o corpo do estudante Ruan Kaike dos Santos, de apenas 22 anos, foi encontrado desacordado na praia de Copacabana, na zona sul do Rio de Janeiro. Apesar de grave o jovem ainda estava com vida e foi encaminhado para o Hospital Municipal Miguel Couto, no Leblon, mas acabou não resistindo ao estado delicado e faleceu depois de dois dias de internação.

A família procurava por Ruan que não dava notícias desde a manhã da última sexta-feira (24), quando teria postado em sua página nas redes sociais uma foto em que aparecia fantasiado de fada. Ele teria ido com amigos até o bairro Santa Tereza na região central da cidade para participar de um bloco de carnaval e teria registrado o momento de alegria.

Publicidade
Publicidade

Desde então os parentes não conseguiam ter informações sobre o paradeiro do jovem até que ele foi encontrado na praia dois dias depois para a tristeza de todos. Ruan era de Campinas, São Paulo, e estava passando carnaval no Rio com amigos. Na cidade maravilhosa teria curtido uma das maiores festas do país, até que infelizmente a tragédia aconteceu. A polícia que atendeu à chamada no domingo, ainda investiga a causa da morte do universitário que perdeu a vida tão cedo. Ainda não será descartada nenhuma hipótese.

De acordo com os investigadores da Polícia Civil, o corpo do jovem tinha sinais de afogamento, o que ficou atestado pela equipe médica que atendeu o estudante. No entanto, para poder entender melhor as circunstâncias do ocorrido, um registro foi realizado, e uma investigação foi aberta na décima segunda Delegacia de Polícia de Copacabana para averiguar a morte.

Publicidade

Além disso, os amigos de Ruan que supostamente estavam com ele no Rio de Janeiro, serão ouvidos, para que os policiais possam delinear o percurso do jovem até a sua morte no domingo.

Também serão escutados alguns familiares, substancialmente aqueles que falaram com o jovem pela última vez. Além disso, outras testemunhas, dentre elas, as que acharam o corpo poderão ser de grande ajudar para solucionar o caso. Foi com muita tristeza e comoção que a família do estudante anunciou o velório e o enterro por volta das 17:30h nesta quinta-feira (2), em Campinas. Parentes e amigos estão consternados e prestam suas últimas homenagens ao jovem que só queria aproveitar o carnaval, mas infelizmente acabou morrendo.

#Crime #Casos de polícia