Imagens de uma câmera de segurança de um posto de #Gasolina, em São Gonçalo, região metropolitana do #Rio de Janeiro, registraram na noite do último sábado (8), uma impressionante explosão que matou uma mulher e deixou outras três pessoas feridas, sendo uma em estado grave, além de muita destruição.

Por volta das 21 horas, um carro ocupado por um casal parou ao lado de uma bomba de combustível para abastecer com gás natural veicular (#GNV). O motorista desceu e ficou parado ao lado do veículo, enquanto que a mulher seguiu aguardando no banco do passageiro. Instantes depois, o veículo explode e frentistas correm para tentar se proteger, enquanto que o motorista é arremessado para o lado e cai desacordado.

Publicidade
Publicidade

A mulher, identificada como Erica de Lima Siqueira, de 27 anos, morreu na hora.

A explosão foi tão violenta que o teto do carro foi lançado ao alto e não sobrou praticamente nada do automóvel. Parte da cobertura do posto de gasolina também foi danificada. O local voltou a funcionar normalmente no domingo, inclusive a bomba envolvida no acidente.

De acordo com informações do Portal G1, nesta segunda-feira (10) o motorista Jorge Siqueira de Souza seguia internado no hospital estadual Alberto Torres em estado grave. Já outros dois frentistas atingidos pelos estilhaços da explosão e que também foram levados ao hospital já foram liberados. No domingo peritos estiveram no local para retirar o que sobrou do cilindro que ficava no porta-malas e a Polícia Civil fará uma investigação detalhada para apurar as causas do acidente.

Publicidade

O frentista e o gerente do posto também serão ouvidos pelos investigadores.

Casos não são raros

Infelizmente o acidente de sábado (8) não é algo incomum. Nos últimos anos, outros casos dessa natureza, envolvendo veículos que estavam sendo abastecidos por GNV foram registrados, só não fazendo mais vítimas por sorte ou pela rápida percepção dos motoristas a algo errado.

Em dezembro do ano passado, um taxi parou para abastecer em um posto de combustível em Fortaleza e também explodiu, danificando o local e outro carro que estava ao lado. Por sorte, o taxista havia descido do carro para ir ao banheiro no momento em que houve a explosão.

Já outro caso ocorreu na Rodovia Anhanguera, na cidade de Sumaré, quando um carro explodiu e depois pegou fogo. Por sorte, o condutor ao perceber o forte cheiro de gás deixou do veículo instantes antes de ocorrer a explosão.