Publicidade
Publicidade

Localizado no Parque Nacional da Tijuca, o #Cristo Redentor, monumento da humanidade brilhará de verde em forte tom para o Brasil e para o mundo. Seria um sinal verde para a economia do país voltar aos rumos do crescimento? Seria uma reviravolta nas contratações e geração de emprego? Sinal verde para novos investimentos estrangeiros no Brasil? Sinal verde para a decência na política? Sinal verde para a saúde e a educação?

O sim para tais indagações seria muito bom neste tempo. Porém, o que está por trás da iluminação simbólica deste patrimônio da humanidade é o ideal de respeito ao #Meio Ambiente.

O respeito ao meio ambiente é um direito de terceira dimensão no campo dos direitos humanos e sinalizam para os chamados ideias de fraternidade.

Publicidade

Por fraternidade entendem os estudiosos que são ideais superiores que representam várias gerações e sua construção é contínua e universal.

Em se tratando deste evento específico, será iluminação especial que ocorrerá entre os dias 28 e 29 de Agosto em homenagem aos dez anos de existência do Instituo Chico Mendes da Conservação da Biodiversidade (#Icmbio), que é o responsável, inclusive, pela conservação do Parque Nacional da Tijuca.

Além do Parque Nacional da Tijuca, outras trezentos e vinte e quatro unidades de conservação espalhadas pelo Brasil compõe a lista de custódia do ICMbio. Dentre elas, destaca-se ainda o Parque Nacional do Iguaçú, na divisa com Argentina e Paraguai, um ponto turístico importantíssimo e estratégico para o Brasil onde milhares de turistas circulam com suas camêras atentas para alcançar os melhores e, ás vezes, únicos registros fotográficos.

Publicidade

Ademais, as unidades de conservação geram empregos diretos e indiretos em todo o país.

A conservação da biodiversidade, das reservas naturais brasileiras e dos biomas representam instrumentos de respeito a natureza. Tão essenciais para a vida humana.

O verde do Cristo Redentor representará, ainda, um ato simbólico de identidade da nação brasileira. Que mais iniciativas e instituições que promovam o respeito ao meio ambiente possam comemorar, como o ICMBIO suas décadas e até séculos de existência e atuação.

Está aí a dica para quem quiser olhar para o céu carioca e observar tão bela homenagem que se fará no Cristo Redentor.

A todos, um lindo e simbólico, sinal verde. Para um mundo melhor, para uma economia melhor e para uma existência harmônica e respeitosa na relação ser humano e meio ambiente.