A capital da Bahia vive momentos dramáticos provocados pela intensa chuva ocorrida nos últimos dias. Cerca de 10 áreas críticas são expostas às consequências dos temporais que provocaram deslizamentos de terras e situação de emergência. Os bairros do Subúrbio, Cabula, Cajazeiras, Liberdade, Pau da Lima contabilizam a grande quantidade de ocorrências e tiveram reconhecimento de estado de emergência pelo Ministério da Integração Social.

De acordo com a defesa civil da cidade, não houve feridos em relação aos casos registrados no sábado (2). Também foram registrados 76 ocorrências por alagamentos, ameaças de desabamento de imóveis, muros, deslizamento de terra e infiltrações.

Publicidade
Publicidade

A prefeitura de Salvador está mobilizada para atender as vítimas da chuva e já colocou 41,95 mil m2 de lonas em encostas de forma a beneficiar 358 famílias, de acordo com dados da defesa civil. Cerca de 464 famílias já foram afetadas e devem receber benefícios da prefeitura. Segundo o prefeito ACM Neto, será pago até 3 salários mínimos aos desabrigados.

No Domingo (3), 565 kits contendo alimentos, colchonetes, material de higiene e limpeza, em quantidade suficiente para um mês serão distribuídos para os desabrigados. Mais de 250 pessoas estão desabrigadas, até o momento, de acordo com levantamento realizado pela prefeitura e cerca de 300 imóveis estão situadas em áreas de risco.

A prefeitura montou estruturas em lugares como Espaço Axé (Pau da Lima), Escola Municipal Helena Magalhães (Boa Vista de São Caetano) para receber os desabrigados.

Publicidade

A cidade famosa pelos seus carnavais e lavagens de igrejas está coberta por fortes chuvas e a população está com medo até de sair de casa. e, para alguns, o pior é ficar em casa Não é recente a existência deste cenário de deslizamentos de terra, ocorrendo durante e após período de chuvas na cidade. O fenômeno provoca prejuízos econômicos e morte de elevado número de vítimas.

Assim como ocorre em diversas outras cidades do País, a capital da magia vive uma realidade de ocupação desordenada de suas regiões de relevo acidentado que em épocas de chuva exibem a incidência de movimentos de terra, evidenciando a predisposição ao fenômeno de deslizamento de terra. #Natureza #Crise #Sustentabilidade