A população  das cidades de Eunápolis e Porto Seguro que fica no sul do estado da Bahia, está em estado de alerta total e ficando trancada em casa. Um homem acusado de 2 estupros, está foragido e escondido na região. Sirlândio da Conceição dos Santos, de 24 anos, é acusado de estuprar 2 pessoas, sequestrar e extorquir as vítimas. O suspeito está sendo acusado por estuprar uma mulher de 40 anos na cidade de Porto Seguro, também é acusado pelo estupro de uma adolescente de 13 anos na cidade de Eunápolis. Ele está em fuga pela região.

De acordo com a polícia o primeiro estupro aconteceu na noite de quarta-feira em porto seguro, quando Sirlândio conseguiu arrombar uma casa localizada na zona rural, foi nesse momento que o bandido tomou de sequestro o casal de moradores exigindo a quantia de R$ 1300 mil, ele obrigou o casal a acompanha-lo até  a cidade para retirar o dinheiro no banco, ficando com a mulher de refém até o  marido da mesma voltar com o dinheiro, Sirlândio aproveitou e cometeu o estupro com a vítima.

Publicidade
Publicidade

A segunda vítima foi uma adolescente de 13 anos, as vitimas foram a delegacia da cidade de Eunápolis sul do estado da Bahia, para registrar o boletim de ocorrência, neste momento também foi feto o reconhecimento do estuprador por meio de fotos da policia. As vítimas disseram que o estuprador pediu para leva-lo até a avenida principal da cidade de Posto da Mata, ele desceu e sumiu. Segundo o delegado já foi dado o alerta para cidades vizinhas sobre o caso e alertando a população em não se descuidar ao atender a porta para um homem sozinho que pedir comida e água.

A polícia de Eunápolis informou que Sirlândio também é acusado de assalto a mão armada nas cidades de Mucurí e Nova Viçosa, já está sendo procurado mas até o momento não foi encontrado.

Segundo informações do blog Bocão 64, o marginal foi visto no bairro Dinah Borges pedindo água e comida.

Publicidade

Outra informação diz que ele foi visto no bairro Urbis com a mesma conversa.  A polícia tenta capturá-lo antes que faça nova vítima. #Crime #Investigação Criminal #Casos de polícia