Hoje, (9), a cidade de Salvador recebe a chegada do Museu Olímpico. Prestes de receber também a visita da tocha Olímpica, no dia 24 do corrente mês, Salvador já se prepara para ser um dos destinos dos eventos olímpicos de 2016, no Brasil. O Museu Itinerante 'Se Prepara Brasil' promete levar tudo o que foi importante na longa trajetória dos Jogos, desde a Grécia. O museu ficará na capital baiana até o dia 11, no Farol da Barra e será gratuitamente aberto para a observação dos cidadãos que moram na cidade como também os turistas.

Da mesma forma que a Chama da Tocha Olímpica está, atualmente, cruzando as fronteiras de todas as regiões do Brasil, o Museu das Olimpíadas também pretende fazer igual e chegar em algumas cidades do país.

Publicidade
Publicidade

Ele é feito de rodas e fácil de transportar. O objetivo maior desse museu é “levar um pouco dos Jogos Olímpicos e Paraolímpicos para quem não puder assistir ao maior evento esportivo mundial na cidade do Rio de Janeiro (...)”, contou o diretor do Grupo Bradesco Seguros, Alexandre Nogueira. O Bradesco é o patrocinador oficial dos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro.

Alexandre conta ainda que o museu foi pensado para aquelas pessoas que, por qualquer motivo, não vão poder acompanhar de perto as competições olímpicas desse ano no Brasil. Segundo ele, a vinda de todos esses eventos Olímpicos para o Brasil, deixa um legado que ultrapassará gerações de brasileiros, e jamais sairá da memória daqueles que sentiram de perto toda a emoção de ver as várias competições com atletas dos quatro cantos do mundo.

Publicidade

Para que todos os equipamentos do Museu Olímpico sejam transportados com segurança pelas estradas do Brasil, o Comitê Olímpico disponibilizou duas carretas para transportar os objetos. Os veículos cruzarão, em média, 30 mil quilômetros por algumas regiões do país. O Museu já esteve nos estados de Goiás e do Espírito Santo e a meta é que consiga passar por ao menos 45 cidades de todo o Brasil.

Já com relação ao estado da Bahia, não somente a sua capital Salvador terá a honra de recebê-lo, isso porque as cidades de Itabuna, Porto Seguro e Feira Nova também estão na rota do Museu. As duas primeiras já receberam a visita e a última ainda vai receber, logo após a ‘estadia’ do Museu Olímpico na cidade de Salvador acabar. #Rio2016