Feira de Santana é a segunda maior cidade de Salvador (BA) e, nesta quarta-feira (25), o município recebeu a tocha olímpica. Os moradores da cidade estavam inspirados com o evento e comemoraram muito. Teve muitas brincadeiras e apresentações. Antes de começar a celebração da tocha, o clima foi de muita descontração. Zico Senna, estava com uma tocha improvisada nas mãos. Ele corria pelas ruas levando alegria para o público e também homenageou o ex-piloto de Fórmula 1, Ayrton Senna. O percurso da chama foi emocionante e atraiu milhares de pessoas, entre crianças e adultos.

A professora Andrea Coloma foi a primeira condutora do evento, mesmo debaixo de chuva, ela estava muito feliz.

Publicidade
Publicidade

Afirmou que esse momento é muito especial e que vai contagiar seus alunos. A passagem da tocha irá motivá-los e levá-los ao caminho da disciplina e responsabilidade. José da Silva Filho, também foi condutor da chama durante o percurso da Feira de Santana. Ele é chefe-escoteiro, estava muito emocionado. Disse que o momento é como um selo de confiança ao trabalho que é feito na formação de mais de 40 milhões de escoteiros, entre crianças e adolescentes. Disse também que a luta é diária que a chama fortalece e faz seguir adiante.

Margareth Moura, é muito conhecida nas redes sociais pelo seu visual estiloso. A baiana é uma mulher bonita e descolada. Faz muito sucesso em São Paulo, é referência na força feminina. Magá foi a condutora da chama olímpica pelas ruas de Feira de Santana, disse que esse dia foi muito especial em sua vida.

Publicidade

Carregar o fogo olímpico é um orgulho muito grande e emocionante. Disse também que seu poder de amar e sua autoestima trouxe esse momento tão especial. Ela é apaixonada por moda e tem mais de 120 mil seguidores no Instagram.

Depois de muita festa em Feira de Santana, a tocha seguiu para a cidade do Senhor do Bonfim, também na Bahia. A cerimônia de celebração foi na Praça Nova do Congresso, a principal do município. A festa atraiu milhares de moradores e estudantes. Foi uma bonita comemoração. A cidade reuniu duas gerações de treinadores. Jorge Ivan, de 68 anos, que foi professor e criou os jogos estudantis em 1972, e Jean Kerll, de 41 anos. Esse dia será inesquecível para os moradores da cidade, afirmaram eles. #Rio Cultura #Rio2016