O caso ocorreu na manhã da última quinta-feira, dia 11, no bairro do Nordeste de Amaralina na capital de Salvador na Bahia. A polícia militar recebeu ligações para atender uma ocorrência de que uma pessoa estava sendo agredida na Rua Vinte e um de Agosto, localizada no bairro. Foram enviadas quatro viaturas da guarnição da 40ª CIPM para o atendimento da ocorrência. Quando os policiais chegaram ao local para solucionar o caso foram recebidos a balas, por vários meliantes armados, com a reação de defesa dos policias, os indivíduos que atiraram contra os policiais conseguiram fugir.

Logo em seguida, na busca, os policiais encontraram um homem ferido, e com várias escoriações pelo corpo.

Publicidade
Publicidade

Ele disse aos policiais que era a vítima que estava sendo agredido, motivo pelo o qual os policias teriam ido até o local.

Os policiais prontamente se dispuseram a ajudar o homem, socorrendo e o encaminhando para atendimento no Hospital Geral do Estado, o HGE.

Durante o trajeto do local da ocorrência até o HGE, que fica localizado no bairro do Vasco da Gama da capital baiana, algo inesperado aconteceu, logo na chegada da viatura ao bairro Vasco da Gama, a suposta vítima toma uma atitude absurda, aproveitando que os policias estavam preocupados em socorrê-lo, acaba tendo um surto e pega a arma de um deles e dispara diversas vezes dentro da viatura. Para contê-lo, um dos policiais dispara um tiro contra ele.

Assessoria da policia militar

A assessoria da policia militar explicou o caso, afirmando que os policiais estavam numa ocorrência em que o objetivo era garantir a saúde e a vida do cidadão que estava dentro da viatura, e afirmou que os militares não esperavam que o homem tivesse um surto e reagisse daquela maneira, pegando a arma do policial e disparando tiros na viatura.

Publicidade

A assessoria afirma também que o policial que atirou, agiu em legítima defesa, pois precisava conter o homem, e que não atirou para matar. Felizmente nenhum policial foi atingido pelos disparos.

Logo após a identificação do homem, a policia fez um levantamento e descobriu que o individuo possuía varias passagens pela polícia, todas por agressões.  Sendo a última ocorrência um dia antes, no dia 10 de agosto. Ele havia agredido uma mulher no bairro de Cajazeiras, que também fica localizada na capital baiana, ele atacou a vítima com um facão. O agressor foi preso, mas logo depois foi liberado.

#Crime #Casos de polícia