Um internauta que pede para ter sua identidade preservada enviou à imprensa de Salvador, na Bahia, um vídeo na qual criminosos armados ostentam armas de fogo e se intitulam integrantes de uma facção criminosa do estado.

O vídeo teria sido produzido na madrugada do último sábado (24). Um dos suspeitos segura dois armamentos: uma metralhadora e uma pistola. Ele anuncia que a quadrilha é do bairro de Cosme de Farias. Neste local, há cerca de dois meses, um bando foi flagrado armado nas ruas. Na ocasião, a polícia frustrou uma tentativa do grupo de impor na comunidade um toque de recolher.

No vídeo, um dos homens diz: “estamos no Cosme, daquele jeitão.

Publicidade
Publicidade

Olha os parceiros aí, olha aquele jeitão. Tudo tri, não passa nada. A ideia é dá uma zuada (...) Tá ligado não, o bonde é do maluco”.

Conforme esclareceu a assessoria de comunicação da Secretaria de Segurança Pública da Bahia (SSP-BA), as autoridades policiais abrirão investigação para identificar a origem do vídeo e chegar aos nomes e paradeiros dos marginais que aparecem armados nas imagens.

O trabalho também envolve levantar se o bairro de onde os suspeitos falam é mesmo o Cosme de Farias.

O Bonde do Maluco ou BDM, como os bandidos se denominam, é uma facção criminosa que tem crescido na região metropolitana de Salvador e levado muito pânico a diversas comunidades em razão de disputas com outras facções.

Os integrantes do BDM têm invadido outras localidades para obter pontos de interesse para o comércio de drogas.

Publicidade

As ações já fizeram dezenas de vítimas inocentes desde que o Bonde do Maluco decretou guerra à outra organização, a Comissão de Paz (CP).

É comum em Cosme de Farias os moradores serem vítimas de toque de recolher imposto pelos traficantes.

Em julho, foram divulgados áudios pelo aplicativo para celular WhatsApp, na qual uma voz masculina que se denomina como “Lucas Mata Rindo”, o líder do BDM, fala sobre a investida para tomar o controle nas bocas de fumo da região.

No mesmo áudio, é dito que o BDM veio para garantir respeito e acabar com a repressão a comerciantes e moradores por parte de Zoio de Gato. Assim é conhecido José Carlos Ferreira dos Santos, tido como principal liderança da Comissão da Paz. Mesmo preso, ele seria o responsável pelo controle do tráfico da região.

#Crime #Casos de polícia