O vídeo que está circulando nas redes sociais foi enviado para o WhatsApp do programa Bocão News por um telespectador, que terá sua identidade mantida em sigilo. Nesta quarta-feira, 05 de outubro, o vídeo foi enviado ao programa como forma de apelo da população para a identificação dos criminosos.

No vídeo, os bandidos aparecem em posse de armas de grande porte, desafiando a Polícia Militar. Eles se identificaram como sendo da localidade do Brongo, no bairro do Iapi, na capital baiana.

Não havia informação segura da real procedência do vídeo e de quando foi gravado. Nas imagens registradas aparecem os homens, com as armas voltadas para cima, e desafiando a 37.ª Companhia Independente da Polícia Militar (CIPM).

Publicidade
Publicidade

Eles gritam como um coro diversas vezes: “Se a 37 bota a cara, volta ou não volta? Volta!” e gritos de guerras ameaçadores: “Tô pesadão ai ô, quem quiser que bote a cara ai ô”, em referência as armas que possuíam, e prosseguem as ameaças: “Nos tá acampado é ou não é?”, “bota a cara aí pra ver se é isso mesmo ai ô”.

As imagens foram enviadas para a Secretária de Segurança Pública do Estado da Bahia. Foram analisadas para apuração e a procedência do vídeo, e para identificação dos criminosos envolvidos na gravação; dois deles foram identificados.

Segundo um representante da Secretária de Segurança Pública, o grupo teria origem no bairro de Pernambués, em Salvador. Porém, foram até a localidade do Brongo para intimidar uma quadrilha rival que pertence a essa zona. A polícia já tem informação do veículo usado pelos criminosos para fugir do local, logo após a gravação, que teria sido realizada na tarde deste domingo, 2 de outubro.

Publicidade

Após ter conhecimento do vídeo, policiais da 37.ª Companhia Independente de Polícia (CIPM/Liberdade), que é responsável pelo patrulhamento e diligências da localidade, foram até o local onde teriam sido gravadas as imagens. Fizeram uma ronda pelo local acompanhados do Esquadrão de Motociclistas Águia (motopatrulhamento).

A 37ª CIPM/Liberdade informou que a localidade do Brongo já conta com o monitoramento da Operação Apolo e também pelas Rondas Especiais.

O traficante Baco, que foi citado no vídeo, já vinha sendo investigado e procurado pela polícia.

O secretário da Segurança Pública, Maurício Teles Barbosa, informou que a polícia baiana dará uma resposta bem enérgica e dentro da lei aos integrantes do tráfico que gravaram e divulgaram as imagens. Maurício informou também que a policia já estava empenhada, intensificando o combate contra o tráfico de drogas e de tirar de circulação o armamento utilizado pelos criminosos. Ele acrescentou que, somente de janeiro a agosto de 2016, foram apreendidas e tiradas de circulação 3.737 armas no estado da Bahia.

#Crime #Internet #Casos de polícia