População espancou um suspeito de ter realizado um assalto em Feira de Santana, município distante 108 km da capital baiana. O homem, que aparece nas imagens apenas de bermuda não teve a identidade revelada. Ele sofreu agressões na Avenida Rio de Janeiro, via que liga a Avenida Eduardo Fróes da Mota à Praça da Matriz.

O suspeito foi agredido por um grupo que suspeitou da atitude do rapaz e que notou que ele não estava portando nenhuma arma. O rapaz teve alguns ferimentos no rosto, mas não parecia se importar com a situação.

Pego, apreendido e levado à delegacia do município pela Polícia Militar, ele começou a rir da situação ao chegar à unidade.

Publicidade
Publicidade

Ainda algemado, ele aproveitou para se sentar-se encostar a uma parede na unidade policial, próxima a uma janela, e tirar um cochilo.

De acordo com testemunhas locais, o homem tinha o costume de praticar pequenos furtos na região de Feira de Santana.

O caso foi parar na televisão

Nas imagens divulgadas pelo programa Cidade Alerta Bahia, veiculado na rede Record e apresentado por Adelson Carvalho, o rapaz aparece saindo do camburão do batalhão especial de polícia do Estado da Bahia - Rondesp Leste – descalço e vestindo apenas uma bermuda azul, branca e rosa.

Após narrar o caso, o apresentador ironiza a situação. “Na delegacia ele deu risada. Pronto, que beleza hein? Logo em seguida ele acabou pegando no sono dentro da unidade policial. Aí produção, de repente essa pode ser a imagem pitoresca da semana.

Publicidade

Guarda essa imagem aí produção, olha lá, que beleza hein?”, disse Adelson enquanto uma música de ninar e sonidos de ronco eram veiculados ao fundo.

“Você que está doido para conseguir um caseiro para o seu sítio, está aí. Já pensou? Trabalhando com você lá no Mato Grosso, que beleza hein?”, completa ele em conjunto com sonoras de uma voz dizendo “sou um pobre coitado”.

O jornalista finaliza a reportagem mandando um abraço a Rondesp Leste e também a Feira de Santana/Bahia. O vídeo completo foi postado no portal R7, pertencente à Rede Record. #Crime #Casos de polícia