Um #Vídeo, divulgado nas redes sociais, está causando uma grande revolta entre internautas. Nas imagens gravadas por um aparelho celular, aparecem duas adolescentes discutindo e, logo em seguida, partem para a briga, que só termina quando uma é esfaqueada. A tentativa de assassinato foi registrada em frente da Escola Georgina, localizada no Bairro CIA 1, em Simões Filho, na região metropolitana de Salvador (BA), na sexta-feira, 16 de dezembro. As idades das duas envolvidas na briga não foram reveladas.

Segundo informações repassadas pela polícia, a rixa entre as duas jovens já se arrastava por alguns dias. No entanto, uma das envolvidas na briga resolveu esperar a outra na saída da escola.

Publicidade
Publicidade

Ainda, de acordo com a polícia, a acusada estava armada com uma faca e, quando viu a vítima, logo foi ao seu encontro. Conforme a polícia, as duas jovens ficaram conversando, mas, em determinado momento, as mesmas começaram uma luta corporal. No entanto, no vídeo gravado por uma testemunha, é possível ver com clareza o momento exato em que as duas jovens começam o bate-boca, em seguida, a vítima é agredida e esfaqueada pela acusada.

Logo após, a autora do #Crime deixa a faca no chão e sai correndo, tomando um rumo até então ignorado. No vídeo, ainda é possível escutar um rapaz dizendo que uma das adolescentes está com uma faca, e a mesma é identificada pelo nome de Kailane. Já a jovem que levou a facada permanece no chão. Segundo relatos de uma testemunha, as duas adolescentes estavam discutindo por causa de um garoto, e, em seguida, partiram para a violência.

O Corpo de Bombeiros foi acionado, e, quando os socorristas chegaram ao local informado, a vítima recebeu os primeiros atendimentos.

Publicidade

Em seguida, foi levada para uma unidade médica da cidade. Porém, o estado de saúde da vítima não foi revelado pela equipe médica. Já a direção da Escola Georgina não quis se pronunciar sobre o fato ocorrido fora da escola. O caso está sendo investigado pela polícia. Mas, até o fechamento deste artigo, a autora da tentativa de assassinato não foi encontrada pelas autoridades. #Casos de polícia