Um vídeo divulgado no último sábado (14), pela imprensa baiana, mostra a ousadia de bandidos fazendo incursões em comunidades dominadas pelo tráfico de drogas em Salvador.

As imagens foram captadas por um celular acionado por um dos meliantes. As cenas mostram vários homens armados entrando na área conhecida como Vila Verde, que fica na região chamada de Mussurunga.

Não é possível saber o número exato de bandidos em ação. No entanto, no vídeo aparecem sete rapazes armados entrando na comunidade.

Eles se intitulam integrantes do Bonde do Maluco (BDM), uma organização criminosa especializada no comércio de drogas na região metropolitana de Salvador.

Publicidade
Publicidade

Os integrantes da facção aparecem nas imagens armados com pistolas, revólveres e até uma submetralhadora. Eles percorrem as vias desertas quando o sol ainda está nascendo e dizem que agora o pedaço foi tomado por esse novo comando.

O bandido que filma a ação diz que o Bonde do Maluco está entrando no Vila Verde “cheio de demônio”. Ele ainda faz questão de dizer que com ele estão “os meninos do coroa rebelde, cheio de ódio (sic)”.

Também é possível ouvir quando ele fala que o grupo acaba de dominar o ponto, mostrando, em seguida, os comparsas armados. Ele próprio aparece com uma arma numa das mãos. As imagens são registradas com o celular que está na outra mão.

Enquanto caminham, os bandidos fazem ameaças aos integrantes da facção adversária, que parecem não estar mais na comunidade.

A imprensa local chegou a noticiar que logo depois do registro das imagens, o grupo que chegou de forma intimidadora teve de bater em retirada.

Publicidade

Isso porque, segundo informações passadas pela polícia, o grupo se deparou com uma guarnição da Rondesp (Rondas Especiais da Bahia), que fazia patrulhamento próximo ao local.

Houve troca de tiros e todos os meliantes conseguiram fugir. No momento do confronto, o celular do bandido que filmou a entrada do Bonde acabou caindo. Testemunhas pegaram o aparelho e divulgaram o vídeo que acabara de ser feito.

Veja abaixo o momento da invasão:

#Crime #Casos de polícia