O Estado da Bahia vivencia um começo de ano trágico com uma doença misteriosa que está assolando a população. Sintomas como dores fortes e urina de cor escura têm sido os primeiros sinais de moradores da Região Metropolitana de #Salvador – que estão infectados ou adquiriram a doença ainda estudada pelos médicos.

De acordo com o portal de notícias G1, os médicos ainda não identificaram a causa das dores e nem se a doença é proveniente de um vírus, bactéria ou intoxicação. Até o momento, os primeiros relatos de pacientes com a ‘doença misteriosa’ foram registrados na região Nordeste do país.

Segundo o especialista de infectologia, Dr.

Publicidade
Publicidade

Antônio Bandeira, os sintomas da doença são caracterizados por mialgia aguda (dores musculares), além de dor muscular extrema, insuficiência renal e urina escura. O médico afirmou à reportagem do G1 que os pigmentos escuros que saem da urina apontam para uma nefrotóxicação (tóxico para os rins).

Dados de Saúde da Bahia

O Governo do Estado da Bahia, através da Secretaria de #Saúde, informou que já foram notificados 52 casos da doença – duas mortes foram registradas. No último dia 31 de dezembro, um homem faleceu após apresentar sinais da doença, na cidade de Vera Cruz. O segundo óbito foi confirmado nesta quarta-feira (11), porém, a morte ocorreu no último sábado, dia 7, em Salvador. Segundo a Secretaria de Saúde, todos os casos foram registrados na Região Metropolitana do Estado.

Investigação Médica

A ‘doença misteriosa’ tem preocupado os órgãos de controle de saúde do Brasil, que acionaram os institutos de pesquisa do Rio de Janeiro – a Fundação Osvaldo Cruz (Fiocruz) para analisar sangue, fezes e urina de pacientes com histórico da doença para processamento.

Publicidade

As amostras também foram enviadas para o Instituto Adolfo Lutz, em São Paulo, e para um laboratório nos Estados Unidos.

Segundo o site do jornal A Tarde, ainda não há previsão de quando os resultados estarão prontos e serão divulgados pelos órgãos de saúde para a população. Nas últimas semanas, o número de pessoas com os sintomas da ‘doença misteriosa’ cresceram e alarmaram ainda mais o Governo da Bahia. #Doença,