Um homem morreu dentro de um motel na noite de domingo (22), na cidade de Catu, cerca de 80 quilômetros de Salvador, na Bahia (BH). A vítima com quase 70 anos, que não teve o seu nome revelado por motivos óbvios pela polícia, morava na cidade de São Sebastião do Passé. Ele teve um infarto fulminante no momento em que estava se preparando para ter relações sexuais com uma mulher

De acordo com o portal de notícias ‘Forte na Notícia’, a vítima tinha marcado um encontro com a mulher no motel, mas antes de ir para o encontro amoroso, ele queria agradar a companheira e resolveu passar em uma farmácia próximo ao motel e comprou um estimulante sexual.

Publicidade
Publicidade

Ainda de acordo com o portal, a moça, que não teve o seu nome e nem idade revelada, já estava aguardando o mesmo dentro do estabelecimento.

Segundo informações, no momento em que o casal se preparava para manter relações sexuais, a vítima começou a passar mal, em seguida, sofreu um infarto. De imediato, a mulher acionou a recepção do motel relatando o que tinha acontecido. Diante da situação, o Serviço de Atendimento Móvel (SAMU) foi acionado. Quando os socorristas chegaram ao local informado, não puderam fazer mais nada, o homem já estava sem os seus sinais vitais. A polícia foi acionada. Quando os policiais chegaram ao motel, de imediato o local foi isolado para o trabalho da perícia.

O corpo da vítima foi recolhido em seguida e encaminhado para o Instituto Médico Legal (IML) da cidade, passou por todos os exames necessários e, logo após, ficou a disposição dos familiares.

Publicidade

Conforme relata o portal de notícias ‘Forte na Notícia’, o homem era casado e a esposa do mesmo foi chamada para comparecer ao Instituto Médico Legal da cidade para iniciar o processo de liberação do corpo da vítima.

A mulher que estava com a vítima prestou o seu depoimento na delegacia da cidade. Após o seu depoimento, a mesmo foi liberada. Como manda a lei, a polícia da cidade de Catu abriu um inquérito e o caso está sendo investigado. Até o fechamento desta edição, as autoridades não informaram se o corpo da vítima foi retirado do IML pela sua esposa. #Investigação Criminal #Casos de polícia