Publicidade
Publicidade

Daiane Reis Mota, de 25 anos, estava prestes a ter o seu filho. Ela estava #Grávida e passaria por um trabalho de parte no último domingo (17). No entanto, algo trágico aconteceu e interrompeu o sonho da jovem de ter o seu filho: ela acabou sendo cruelmente morta e o seu corpo, junto do seu filho, ficaram desaparecidos desde o último sábado (16). O assassinato ocorreu na cidade de Serrinha, que fica cerca de 170 quilômetros da capital #Salvador, na #Bahia. O seu marido, Adilson Júnior, foi até uma delegacia prestar boletim de ocorrência (B.O.) relatando que a sua mulher grávida havia desaparecido. Segundo o rapaz, em conversa com à polícia, a mulher teria saído para fazer compras e não voltou mais. [VIDEO]

A polícia ouviu o relato de Adilson atentamente, no entanto, de acordo com informações do G1, os policiais desconfiaram de algumas falas do rapaz [VIDEO] e passaram a perguntar sobre detalhes do desaparecimento da grávida.

Publicidade

A moça acabou sendo encontrada em um matagal do povoado de Murici. Segundo a Polícia Civil, alguns ciclistas que faziam trilha pela região notaram o corpo de Daiane jogado em um local e logo procuraram as autoridades para relatar o que tinham encontrado. [VIDEO]

Marido confessa assassinato

Adilson, após saber que o corpo da mulher tinha sido encontrado pelos policiais, acabou indo até a delegacia para contar mais detalhes, dessa vez, envolvendo ele como autor do crime bárbaro. Em frente aos policiais, o rapaz disse que, na verdade, a sua esposa não tinha saído para fazer compras para ela e para o seu filho, que nasceria no dia seguinte. Ele não deu detalhes sobre motivação, mas disse que o foi o próprio autor do assassinato de sua esposa. O depoimento de Adilson, confessando que matou a própria mulher, aconteceu na manhã dessa segunda-feira, 18.

Publicidade

Nas redes sociais, antes de morrer nas mãos do marido, Daiane Reis tinha postado uma foto sorridente e confiante que iria passar por um trabalho de parto e ter o tão esperado filho. “Antes mesmo de te formar no ventre materno, eu te escolhi”, disse a moça, que citou uma passagem bíblica de Jeremias 1:5. Na postagem, vários internautas foram lamentar a morte de Daiane e dizer que o crime é algo inacreditável, que comoveu a sociedade baiana.

Ainda com relação a Adilson, que confirmou ser o assassino da esposa e do seu filho que ainda não tinha vindo ao mundo, a polícia explicou que ele vai continuar preso, a espera da sentença da Justiça pelo crime de feminicídio.