Há poucos anos, após as 22h00, o limite máximo para saques em Terminais de Auto Atendimento (TAA), ou o conhecido caixa eletrônico, era de R$ 100,00, medida tomada para evitar o sequestro relâmpago que em grande parte ocorria na madrugada. Hoje já não é possível efetuar saques de nenhum valor após as 22h00, principalmente na cidade de São Paulo. O motivo? As explosões em caixas eletrônicos.

Os ataques

A Zona Sul de São Paulo concentra o maior número de agências bancárias. Por este motivo, é onde concentra o maior número de ataques, que são efetuados com explosivos que destroem grande parte das agências. Como os ataques são realizados dentro da área de atendimento, por medida de segurança, as agências estão procurando fechar esta área após as 22h00.

Publicidade
Publicidade

Caixas eletrônicos que estão estrategicamente postos em hipermercados e afins, já começam a serem retirados. E a população paga pela falta de segurança e comodidade.

Explosivos

O Departamento Estadual de Investigações Criminais (DEIC) desenvolveu, após investigações, um mapa do roubo de explosivos que são oriundos de mineradoras que utilizam em larga escala e tem o seu ponto frágil na logística, traduzindo no transporte onde são abordados por assaltos na estrada.

Outro fator que chama a atenção é a venda de explosivos, partindo do exército, como ocorreram algumas acusações que ainda estão sob a investigação do próprio exército brasileiro e do Ministério das Forças Armadas.

A falta de segurança

A situação está cada vez mais grave e se o poder público não tomar providências imediatas o caos estará estabelecido pois o número de ataques com explosivos só vem aumentando.

Publicidade

Vivemos em um estado de catarse um transe coletivo onde este tipo de acontecimento parece não abalar mais a população, parece algo comum. O uso de explosivos para assaltar bancos remete ao passado onde assaltantes usavam dinamite para explodir cofres no velho Oeste como vemos nos filmes.

Voltamos a viver em um faroeste tropical, onde o velho cofre dá lugar ao caixa eletrônico e as carruagens são os ônibus que também são queimados. Nós, os cidadãos, temos medo e vivemos na insegurança, pois ainda necessitamos do dinheiro físico, mesmo em uma era do cartão de crédito, pay-pal e bitcoin. A população tem o direito de utilizar o caixa eletrônico a hora que quiser pois pagamos taxas altíssimas aos bancos e ao estado, que deve garantir a segurança da população. #Finança