Depois da grande crise de abastecimento de água, em que se encontra o estado de São Paulo, desde 2014, o governo pretende recorrer às águas da represa Billings para auxiliar o Sistema Cantareira. O projeto já esta sendo estudado e produzido para que, a partir de junho, a população já seja abastecida pela represa. Mesmo com as chuvas que caíram em algumas regiões de São Paulo nas últimas semanas, não houve melhoras na situação do estado, devido às águas não terem atingido a região do Sistema Cantareira, o que significa a manutenção do grave problema que aflige a população.

A represa Billings se encontra situada nos municípios de São Paulo, Diadema, Santo André, Ribeirão Pires, São Bernardo do Campo e Rio Grande da Serra.

Publicidade
Publicidade

Ela representa uma dos maiores reservatórios do estado, com volume de armazenamento de aproximadamente 995 milhões de m³, por isso sua grande importância para São Paulo. Devido ao uso irregular, essa represa apresenta níveis de poluição por esgoto doméstico e industrial, porém, essa água deve ser tratada na ETA (Estação de Tratamento de água), situada em Suzano, para, posteriormente, serem distribuídas para a população de São Paulo.

O problema da falta de água não é atual. Há muito tempo já, a falta de chuva vem maltratando comunidades, animais e regiões do Brasil. O problema da seca no nordeste já atravessou décadas, no entanto, nunca recebeu a devida atenção por parte das autoridades governamentais brasileiras para a definitiva solução do problema, ou, pelo menos, uma amenização que melhore a vida das pessoas da região.

Publicidade

A situação da falta de água só passou a ser vista como crise no momento em que começou a atingir as grandes metrópoles, como São Paulo, que, até então, acreditavam que nunca sofreriam com a seca. Quando finalmente o problema começou a colocar em risco a vida, e a mordomia, dos mais beneficiados da sociedade (políticos, empresários, etc.), foi que o fato passou a ser discutido e mostrado na #Mídia, como se somente a região sudeste fosse importante para o país.