A chuva que caiu na capital paulista na tarde desta quarta-feira (25) parou as zonas oeste, leste, norte, centro e a parte da zona sul, deixando alguns pontos da cidade intransitáveis, o que deixou os paulistanos em estado de atenção.

No começo da tarde, o Centro de Gerenciamento de Emergências (CGE) da Prefeitura da cidade já tinha registrado quatro pontos de alagamento. E com o passar das horas as coisas só pioraram, quem estava saindo do trabalho do final da tarde foi surpreendido com a paralisação dos trens. Segundo a Companhia Paulista de Trens Metropolitanos (CPTM) várias linhas tiveram que ser interrompidas para não colocar a população em risco, a Linha 10-Turquesa, por exemplo, estava interrompida desde às 15h15, e agora circula com velocidade reduzida, assim como diversas outras linhas.

Publicidade
Publicidade

O CGE registrou ventos de 48,2 km/h às 15h no Aeroporto de Congonhas e de 31,5 km/h, mas não há informação de fechamento das pistas. Em meio a todo o caos por causa da tempestade, José Paulo Machado, morreu eletrocutado após ter contato com fios que ficaram expostos depois que a fiação elétrica foi atingida por uma árvore na Rua Tupi, região do Pacaembu.

Um engenheiro agrônomo da Defesa Civil avaliou a situação e concluiu que o tronco que caiu teria cerca de 10 metros e a árvore precisará ser removida do local, mas a AES Eletropaulo já está trabalhando na região. De acordo com informações do Corpo de Bombeiros, a vítima teve uma parada cardiorrespiratória.

Ainda segundo a corporação, mais de 4.500 ligações foram feitas ao posto dos bombeiros. Na maioria dos contatos, a população solicitava reforço para situações de queda de árvore, alagamento, fiação elétrica rompida e pessoas ilhadas que não conseguiam se locomover por causa da força da chuva.

Publicidade

De acordo com a Somar Meteorologia, as chuvas na capital paulista vão até sexta-feira e o alerta de hoje tem que se estender para o resto da semana. As chuvas mais intensas vão se concentrar no Grande ABC, Pirajussara, Granja Viana, Osasco, Alphaville e zonas sul, oeste, norte e região central da Capital. #Natureza