Um helicóptero caiu sobre uma casa em Carapicuíba, na Grande São Paulo, na tarde desta quinta-feira, 2, sem deixar sobreviventes. Segundo a empresa Seripatri, quatro pessoas morreram, o piloto e três mecânicos, que realizavam um voo de teste, depois de uma preventiva manutenção. Os quatro corpos já foram localizados e os bombeiros apuram agora se há outras vítimas atingidas na queda. De acordo com a pessoa que ligou para comunicar a corporação sobre o acidente, a aeronave voava bem baixo antes de cair.

O helicóptero Águia 10 da Polícia Militar está dando apoio à ocorrência. O acidente ocorreu por volta das 17h20, de acordo com os bombeiros.

Publicidade
Publicidade

Segundo a Associação de Moradores do condomínio 'Fazendinha' (AMAF), em Carapicuíba, o helicóptero caiu dentro do condomínio, atingindo o telhado de uma casa em construção. Segundo a AMAF, os moradores não estavam no local no momento do acidente. A cauda da aeronave ficou sobre a residência e a maior parte do helicóptero foi ao chão, em meio a árvores.

Não há relato de feridos entre as pessoas que estavam nas imediações. O condomínio fica na altura do km 26 da Rodovia Castello Branco. O modelo do helicóptero é EC 155 de matrícula PPLLS. Ele estava sob a Inspeção Anual de Manutenção (IAM), em dia e com o Certificado de Aeronavegabilidade (CA) válido. O helicóptero da marca Eurocopter, modelo EC 155, prefixo PPLLS, com cerca de quatro anos de uso, com mais ou menos 600 horas de voo, estava com a documentação em ordem.

Publicidade

Um morador da residência atingida foi ferido, mas não corre risco de morte. O condomínio fica localizado na divisa entre a cidade de Carapicuíba com a cidade de Barueri. A residência já foi interditada.

O acidente será investigado

A aeronáutica informou que está apurando o caso para divulgar maiores informações sobre o acidente. Investigações sobre o ocorrido serão conduzidas pela Polícia Civil, que já realizou a localização dos corpos. Infelizmente não houve sobreviventes. Ainda não há informações sobre as pessoas que estariam dentro da casa no momento da queda da aeronave.