Um sistema de troca no qual você oferece trabalho voluntário e os anfitriões dão estadia e alimentação enquanto você viaja. É nisso que consiste o WWOOF, você conhece? O trabalho é realizado em fazendas orgânicas ou em pequenas propriedades rurais que aceitem pessoas para trabalho voluntário. Uma oportunidade muito interessante de viajar sem gastar muito e ainda aprender.

Ótima chance para estudantes que fazem curso de graduação na área como, por exemplo, biologia, agronomia ou veterinária, pois a atividade certamente será enriquecedora para o currículo. Lembre-se de que trabalho voluntário é muito bem visto pelo mercado.

Publicidade
Publicidade

Como funciona

No geral você fica hospedado na própria fazenda e trabalha entre 4 e 6 horas por dia. O resto do tempo pode aproveitar para conhecer a cidade, estudar ou fazer qualquer outra coisa. Em troca, ficará alojado e terá a alimentação em todos os dias de trabalho.

As tarefas a serem realizadas são variadas como, por exemplo: o corte de madeira, vinificação, fabricação de queijos, jardinagem, plantação, semeadura, ordenha, alimentação, panificação, colheita, capina, entre outros.

A duração varia e depende do lugar no qual você vai realizar o trabalho voluntário. Pode ser de três dias a até seis meses, de acordo com o que você combinar com as pessoas que vão te receber.

Como participar?

A primeira coisa é decidir em qual país você quer atuar. Há vários locais do mundo que você poderá ser voluntário.

Publicidade

No site WWOOF há a lista completa. Se você não quiser ir tão longe, pode escolher uma das inúmeras fazendas brasileiras que também participam do programa.

Depois que você escolher a fazenda, precisará se inscrever para ter acesso a mais dados sobre a fazenda. Feito isso, entre em contato com a fazenda explicando que quer ir pelo WWOOF e agende com eles uma época para você ir, para que fique bom para você e também para a família.

Vale lembrar que caso você queira ir a mais de um país, deverá fazer uma inscrição por país escolhido. Não se esqueça de que cada país pede um tipo de visto e de documento, que você precisa providenciar. Além disso, lembre-se de que a passagem é por sua conta e que em alguns países pode haver uma taxa de inscrição que varia de 0 - US $ 72 / 0-56 Euros. Na maioria das vezes essa taxa quando existe, já inclui seguro de vida, mas nem sempre.

Gostou da oportunidade? Quer realizar esse tipo de trabalho voluntário pelo mundo? Então clique aqui e descubra quais as fazendas no Brasil que aceitam voluntários! #Educação #Viagem #Sustentabilidade