Nesta terça-feira (4) houve uma tentativa de assalto no banco Bradesco da Vila Rezende na cidade de Piracicaba (SP). A Polícia sabia do assalto mas não conseguiu evitar. Ao sair do banco com o dinheiro, um policial que estava no local a paisana percebeu o que estava acontecendo e reagiu trocando tiros com os bandidos, onde foi baleado por duas vezes.

A tentativa de assalto resultou na morte de 5 pessoas, 4 assaltantes e um policial que estava a paisana e deixou mais pessoas feridas sem gravidade. Marcos Antonio Felix, tenente coronel da policia militar, disse que a quadrilha era monitorada em conjunto com a Polícia Federal.

Publicidade
Publicidade

Com esse monitoramento, o serviço de inteligência da Polícia sabia que esse assalto iria acontecer, e as viaturas já estavam seguindo para o local.

Quando parte da quadrilha saía da agência, um agente policial a paisana, que estava na rua, percebeu o assalto e atirou na direção dos criminosos. O tenente Felix afirmou que "a quadrilha era organizada e tinha informações privilegiadas. Eles sabiam exatamente como era o funcionamento da agência". A assessoria do banco Bradesco informou que a agência ficou fechada nesta terça-feira e que não vai comentar o caso.

O policial que foi atingido na troca de tiros morreu a caminho do hospital. Seu sepultamento aconteceu ontem (5), em Piracicaba.

A Polícia suspeita de que os vigilantes do banco estejam envolvidos, pois não obedeceram ordens do gerente da agência bancária.

Publicidade

O major Paulo Roberto Borges, disse também que os vigilantes não impediram a entrada dos meliantes na porta giratória, mesmo com o alarme da mesma estando acionado e apitando a entrada foi liberada. "Um deles vestia uma blusa de moletom e o outro carregava uma mochila quando tentou passar pelo dispositivo, que apitou, o gerente pediu que o vigilante não permitisse a entrada dele, mas o funcionário não o obedeceu", afirmou o major. 

Alguns bandidos que estavam em um carro dando cobertura para a ação conseguiram fugir, mas não conseguiram levar o dinheiro. Segundo informações da Polícia Militar, foram presos 4 elementos que estavam dentro agência. Ainda há mais 6 pessoas envolvidas no assalto. Somando por baixo, são 4 mortos, 4 presos e mais 6 envolvidos, um total de 14 bandidos, mais os que fugiram.

Com os bandidos presos foram encontrados armas de grosso calibre, disfarces e muita munição. O delegado que acompanha o caso, João Batista Camargo, afirmou que já identificou dois meliantes. O assalto aconteceu nesta madrugada de quarta-feira após duas tentativas falhadas em quinze dias.

http://pt.blastingnews.com/faro/2015/07/erro-policial-doente-mental-mata-a-mae-com-uma-cacadeira-00473607.htmlhttp://pt.blastingnews.com/pais/2015/08/judiciaria-deteve-homem-que-violou-e-roubou-mulher-de-80-anos-00498141.html #Ataque #Crime #Casos de polícia