Na madrugada deste domingo, 27, na cidade de Itanhaém, uma família ficou totalmente desolada com ações criminosas a qual foram expostas. Um total de 12 pessoas foram feiras de reféns enquanto os bandidos orquestravam um assalto.

Itanhaém é uma cidade de médio porte e fica na região sul do litoral paulista. Momentos de tensão que poderiam culminar em uma tragédia épica familiar e marcar a história do município, mas o desfecho não trouxe nem uma tragédia, exceto os traumas psicológicos das vítimas.

Durante a fuga, quatro que são suspeitos de terem praticado o #Crime, viveram uma cena de guerra, com intensa troca de tiros com a Polícia Militar do Estado de São Paulo, mas ambos foram detidos.

Publicidade
Publicidade

Os números são alarmantes, dos quatro elementos envolvidos no sequestro familiar, dois são menores, um outro cidadão recebeu um presente da legislação vigente em nosso país, ele havia foi contemplado com indulto de natal, e aproveitou para retribuir a sociedade com um sequestro coletivo, e um quarto homem que foi baleado na perna, mas recebeu os devidos socorros médicos e não corre risco de morte.

De acordo com a investigação policial, a família estava chegando em sua residência, quando foram abordados pelos quatro elementos. O início da operação criminosa se deu próximo a 01:00 desse domingo, a residência da família é localizada a aproximadamente dois quilômetros da praia, no bairro Belas Artes. 

Conforme noticiamos ontem, também no litoral paulista na cidade de Praia Grande, duas pessoas foram brutalmente assassinadas no mesmo local, com intervalo de apenas três horas entre cada crime, mostra o quão violento está o litoral paulista.

Publicidade

Enquanto durou o assalto, toda a família, sem distinção entre adultos e crianças, todos ficaram com armas apontadas em suas cabeças.

Quando dispararam em fuga, os criminosos levaram consigo, diversos pertences dos membros da família, uma grande quantia em dinheiro e um dos veículos da família e saíram em disparada em direção à cidade de Praia Grande.

Logo em seguida a fuga dos bandidos a família avisou a Polícia Militar do Estado de São Paulo o acontecido, e logo começaram as buscas.

No meio do caminho os assaltantes largaram o carro das vítimas, um Fiat Pálio e adentraram em outro veículo, um Ford Ka, veículo que tinha sido roubado na última sexta-feira, 25.

Percebendo a rota dos bandidos a Polícia Militar decidiu montar uma barreira policial na rodovia Padre Manoel da Nóbrega. E logo após terem o primeiro contato visual e verificar que os elementos estavam totalmente armados, começaram a atirar contra o carro dos assaltantes.

Um dos bandidos ficou ferido na região da panturrilha e todos os quatros foram presos. Os bens das vítimas do assalto, o carro que havia sido roubado e até mesmo a chave de um outro veículo familiar que havia sido levado.

Os elementos foram encaminhados para Delegacia de Praia Grande, onde foi feito todos os processos legais e agora estão à disposição da justiça. #Investigação Criminal #Casos de polícia