Para quem mora no Estado de São Paulo, o ano começará com uma boa notícia, já que o IPVA 2016 vai ter uma redução em torno de 3% no seu valor, devido a redução da taxa cobrada pelo Governo de São Paulo. Confira nesse texto outras informações importantes sobre o IPVA 2016. Para os demais estados do Brasil, o imposto continuará da mesma forma. Confira abaixo alguns detalhes tais como datas e valores médios do IPVA.

Quanto pagar

O começo do ano requer um orçamento equilibrado, por isso, calcular quanto vai ser gasto em impostos é uma tarefa primordial para manter as questões financeiras em ordem.

No caso do IPVA, esse valor é calculado em cima de uma alíquota definida pelo Estado sobre o valor do carro, essa taxa pode ser de um a quatro por cento, dependendo do que cada Estado definir.

Publicidade
Publicidade

Para saber valores exatos, utilize o site do Detran para realizar a consulta.

Quando pagar

Além da questão de quanto pagar, a relação de quando pagar também é importante, já que a pessoa pode se planejar para aquele débito em determinado momento do ano.

As datas de pagamento do IPVA são definidas de acordo com o final da placa do carro, como se fosse um rodízio de pagamento. Assim, os proprietários dos carros com final de placa 1 têm que pagar o IPVA até o dia 11 de janeiro.

Quem tiver o final de placa 2 paga dia 12 de janeiro e assim vai sucessivamente, até chegar ao final de placa zero que tem que pagar no dia 22, ou seja, acaba sendo um pouco beneficiado e ganha alguns dias a mais de respiro.

Formas de pagamento

Quem tem carro tem a obrigação de pagar o IPVA, podendo fazer esse pagamento de algumas maneiras distintas, tais como:

  • Forma única no mês de janeiro: Com um desconto de varia de Estado para Estado, chegando a até 27 % do valor total no Rio Grande do Sul.
  • Quitar em fevereiro: Tem um desconto menor quando comparado com quem quitou em janeiro.
  • Ou parcelar em três vezes, até março: Não obtém nenhum desconto, tendo que pagar o valor integral do IPVA.

Onde pagar

Em qualquer agência bancária, munido com o número do Renavam e a placa do carro.

Publicidade

O leitor tem mais alguma dúvida sobre o IPVA? Deixe-a nos comentários que a responderemos com prazer. #Trabalho #Automobilismo #Finança