Estratégia do Governo de São Paulo pode premiar em até R$ 300, moradores que estiverem com a casa limpa de itens que possam causar a proliferação do mosquito Aedes Aegypti, transmissor da #Dengue e de outras doenças.

A iniciativa partiu da Prefeitura de Castilho (SP). Uma campanha foi desenvolvida para incentivar a população a combater o mosquito causador da dengue e das outras doenças que provém do mesmo inseto, como a febre chikungunya e o #Zika Vírus. O morador que não tiver em sua residência repositórios que possam causar a proliferação do mosquito, pode ser premiado em R$ 300,00.

Para tanto, Agentes de Saúde estão sendo convocados para visitar as casas e vistoriá-las em busca de vasos de plantas, geladeiras, pneus velhos, latas, água de animais e outros itens que possam acumular água parada, principal atrativo do mosquito para depositar os ovos e se desenvolver.

Publicidade
Publicidade

A residência que tiver o aval dos Agentes, será registrada e estas informações serão usadas para um concurso que premiará os moradores.

De qualquer forma, todas as residências visitadas serão marcadas pelos Agentes em um cartão para identificar o problema, com as cores verde, amarelo e vermelho, cada cor com um significado. A cor amarela indica que pelo menos um tipo de criadouro foi localizado. O vermelho indica descuido grave e o verde, indica que o morador estará apto para ganhar o prêmio, por estar com a casa livre de indícios que possam favorecer o aparecimento do mosquito Aedes Aegypti.

Para ter direito ao prêmio, os moradores com "selo verde" ainda terão que manter suas casas livres de potenciais criadouros do mosquito por um período mínimo de 10 meses consecutivos.

Quem tiver sido classificado com o "selo vermelho" de advertência, poderá ainda reverter a situação no prazo de 72 horas.

Publicidade

Ao fim deste prazo, o Agente de Saúde voltará à residência em questão para conferir se o problema foi corrigido. Se nada tiver sido feito, ele pode receber até mesmo uma multa, prevista pelo Código de Postura do Município.

De acordo com Samantha Del Negro, Educadora de Saúde, ainda há muitas fichas marcadas em amarelo e vermelho na cidade. A iniciativa visa, além da premiação, acostumar os moradores a bons hábitos de limpeza, com a finalidade de reduzir os riscos destas doenças.

O sorteio acontecerá em junho de 2016, que premiará 30 sorteados. #sistema de saúde