As tarifas de transporte público de São Paulo foram reajustadas e a população reclamou durante toda esta quarta-feira (30), tanto é que o tema foi parar entre os assuntos mais comentados no Twitter e foi assim durante todo o dia.

E foi só anunciar o aumento das tarifas para R$ 3,80 que o MPL - Movimento Passe Livre - logo se mobilizou e agendou uma mega manifestação que acontecerá em janeiro de 2016, no dia 8, bem às vésperas do novo aumento entrar em vigor para as passagens de trem, metrô e também de ônibus.

Luíze Tavares, que é uma das integrantes do Movimento Passe Livre, alega que nada justifica este aumento e o cidadão não pode aceitar calado que o transporte público fique tão caro, principalmente agora em um momento de #Crise que o país atravessa.

Publicidade
Publicidade

No Twitter, assim como em outras redes sociais, milhares de estudantes participaram de um protesto virtual e se comprometeram a participar da luta contra este reajuste. O GAS - Grupo Autônomo Secundarista - publicou no Facebook uma mensagem informando que o grupo está se organizando para ir à luta contra esta tarifa e quer ver trabalhadores e estudantes juntos nesta reivindicação.

Em 2013, milhares de pessoas foram às ruas protestarem contra o aumento não só em São Paulo, mas também em várias outras cidades e em muitos lugares o resultado foi positivo e o aumento na tarifa foi cancelado, inclusive em São Paulo onde a tarifa naquela época teve a redução desejada, após o anúncio do reajuste.

No início de 2015 também houve protestos quando a tarifa foi reajustada para R$ 3,50 só que nesta ocasião não houve nenhum resultado positivo e o aumento foi mantido.

Publicidade

Mas o movimento está se organizando para que em janeiro de 2016 o protesto consiga atingir melhores resultados.

Para o MPL, a tarifa deve ser zero, ou seja, o transporte gratuito é um serviço público e como tal deve ser gratuito, assim como temos a educação gratuita e também a saúde pública que oferece o serviço gratuitamente ao cidadão.

Será que no protesto do dia 8 de janeiro de 2016 o resultado será positivo e o reajuste será cancelado? Deixe seu comentário! #Crise no Brasil #Inflação