Um ciclista foi brutalmente assassinado com um tiro na cabeça após tentarem roubar sua bicicleta na parte da manhã deste sábado (23) na zona leste da cidade de São Paulo. Poucas horas após a ação criminosa, um menor de idade foi apreendido e um outro suspeito foi preso, teria se passado apenas duas horas e meia após o assassinato. Mas de acordo com testemunhas, eles não são apenas suspeitos, eles são os executores com toda certeza, pois todas os reconheceram como os autores dessa barbaridade.

De acordo com informações da Secretaria da Segurança Pública, a vítima trabalhava como auxiliar de vendas, se chamava Vladimir dos Santos Nogueira e tinha 42 de idade, no momento da ação criminosa ele pedalava com o filho de apenas 16 anos, na abordagem criminosa os dois foram abordados pelos criminosos juntamente com um outro ciclista enquanto estavam trafegando na avenida Jacu Pêssego.

Publicidade
Publicidade

A ação criminosa aconteceu era aproximadamente 8:00 da manhã. Um dos assaltantes que posteriormente vieram a ser o assassino de Vladimir dos Santos, segurou a bicicleta de Vladimir enquanto ele ainda estava pedalando e logo anunciou que estava acontecendo um assalto, mas mesmo com a ação criminosa Vladimir dos Santos se recusou a entregar sua bicicleta.

De acordo com as testemunhas que presenciaram o fato e foram ouvidas pela equipe de investigação da Secretaria de Segurança Pública através da Polícia Civil do Estado de São Paulo, após Vladimir se recusar a entregar a bicicleta, os dos bandidos, que foi reconhecido posteriormente como sendo o adolescente, ele sacou uma arma e alvejou Vladimir com dois tiros. Os tiros atingiram a cabeça da vítima, onde fugiram logo em seguida sem levar nem um pertence da vítima.

Publicidade

Vladimir dos Santos Nogueira foi atendido pela equipe de primeiros socorros e encaminhado com urgência para o Hospital Santa Marcelina, que fica em Itaquaquecetuba, cidade situada na Grande São Paulo, apesar do rápido atendimento e de todos os esforços da equipe médica de plantão, Vladimir morreu algumas horas após dar entrada no hospital.

Seguindo informações dos populares que descreveram os bandidos e o rumo que seguiram, ainda na manhã desse domingo aproximadamente as 09:30 a Polícia Militar efetuou uma diligencia na casa de um jovem de 18 anos, que supostamente seria o executor de Vladimir, segundo uma denúncia anônima.

O jovem de 18 anos teria negado ter cometido o #Crime, mas afirmou que conhecia o adolescente que cometeu o assassinato, e levou a força policial até a residência do adolescente.

Ao perceber a chegada da polícia o adolescente de 16 anos tentou fugir, mas acabou sendo detido, onde foi encontrada também uma bicicleta prata avaliada em mais de dois mil reais, mas ele afirmou que teria comprado de um usuário de drogas e jogou a culpa dos disparos no amigo maior de idade.

Publicidade

Mas ao chegar na delegacia as testemunhas que presenciaram o crime apontou o menor de idade como o executor de Vladimir. Em conversa informação, na delegacia ele teria assumido a autoria do crime e informado que a arma utilizada estava na casa de seu pai, os policiais foram conferir e encontraram mais uma bicicleta e uma arma de calibre 32 que foi utilizada no assassinato. #Investigação Criminal #Casos de polícia