O desfile da Unidos do Peruche acabou em confusão em São Paulo. A modelo Ju Isen tirou a roupa no meio da apresentação e, quando passava pelos camarotes do sambódromo do Anhembi, foi retirada do carnaval 2016 por seguranças. A moça chegou a cair no meio da confusão e disse que vai processar a escola, pois se feriu.

A decisão de retirá-la do desfile foi do presidente da Liga Independente das Escolas de Samba, Paulo Sérgio Ferreira. Ju foi levada até a saída do Anhembi e seus sobrinhos também deixaram a apresentação. A modelo tinha comprado fantasia para ela e para os dois.

Ney de Moraes, presidente da Unidos do Peruche, lembrou que essa atitude pode denegrir a imagem do #Carnaval, pois há um monte de crianças assistindo.

Publicidade
Publicidade

Disse ainda que a confusão será apurada e que quase certamente irão mover uma ação contra Ju Isen.

O problema começou antes mesmo de a modelo começar a desfilar. Quando estava se vestindo, ela queria entrar com um tapa-sexo que a tinha imagem da presidente Dilma Rousseff. Segundo ela, era um protesto que ela gostaria de fazer durante a apresentação  deste sábado (6), da Unidos do Peruche, responsável por abrir o carnaval paulista nesta noite.

A moça disse que entrar com o tapa-sexo estampado no sambódromo do Anhembi era uma maneira de dizer que ela quer o impeachment. O ato foi proibido pela escola e a modelo contou que ficou muito chateada. Ela desfilava como madrinha das passistas e se intitula “musa do impeachment” e “musa das manifestações”.

Veja o vídeo:

O que diz o regulamento?

Manifestações políticas não são previstas no regulamento, segundo a Liga das Escolas de Samba de São Paulo.

Publicidade

Um dos itens proibidos é o merchandising, mas o ato de Ju Isen, de usar o tapa-sexo no desfile da Unidos do Peruche, não se enquadraria nisso.

Porém é algo que chama a atenção e, caso alguém se posicione contra algo feito no desfile, uma plenária na Liga pode ser aberta. O tema é discutido e, de acordo com as avaliações feitas, a escola pode ser punida no carnaval 2016, perdendo pontos na apuração que acontece na próxima segunda-feira (8). A modelo não chegou a usar o tapa-sexo de protesto na apresentação. #Entretenimento #Curiosidades