Em 2015, após o primeiro surto de microcefalia no Nordeste, o Ministério da Saúde solicitou aos Estados que notificassem todos os novos casos para que estudos relacionando a má-formação ao #Zika Vírus pudessem ser concluídos. 

Neste sábado (6), a Secretaria Estadual de Saúde de São Paulo divulgou o primeiro relatório sobre os municípios paulistas. São Bernardo do Campo e Diadema, no ABC Paulista, registram seis casos cada um, contados desde o último novembro.

Na região metropolitana de São Paulo, a cidade com maior número de casos é Guarulhos, com 12 registros. No interior, Campinas também está no topo da lista com a mesma quantidade.

Publicidade
Publicidade

A Secretaria não divulgou se os mesmos estão relacionados ao zika vírus, porém o relatório comprova que o número de casos triplicou nos últimos meses.

A microcefalia tem origem em diversas causas que incluem má-formação do sistema nervoso, complicações na gravidez, exposição a drogas e álcool, desnutrição, toxoplasmose e agora, após pesquisas iniciais, também à infecção do vírus transmitido pelo Aedes Aegypti, mesmo mosquito responsável pela #Dengue e chikungunya. 

Especialistas do Hemocentro de São Paulo, instituição de pesquisa responsável pelos estudos envolvendo a relação entre microcefalia e zika, acreditam que o número de casos deve aumentar consideravelmente nos próximos meses, pois o ponto alto da proliferação do mosquito se dá entre março e abril, no final do verão. 

Para as autoridades dos municípios que compõem o Grande ABC, o desafio é conter o avanço das doenças através de campanhas de conscientização e de limpeza dos locais que podem servir de reprodução dos mosquitos.

Publicidade

Contaminação

A Organização Mundial de Saúde (OMS) e diversos laboratórios internacionais também estudam a possibilidade de transmissão do zika vírus por meio de relação sexual, da urina ou da saliva. 

Nos Estados Unidos, um caso recente, envolvendo uma possível transmissão por ato sexual, ampliou o debate sobre a facilidade com que o vírus pode se alastrar pelo mundo.  #Grande ABC