Após pedido da categoria, a Prefeitura de São Paulo adiou mais uma vez o prazo final para que os taxistas da cidade passem a aceitar cartão de crédito e débito, que agora deve terminar em 4 de abril.

Inicialmente, por meio de um decreto publicado no dia 20 de novembro 2015, o prazo deveria se encerrar em 21 de dezembro do mesmo ano. Porém, antes mesmo de expirar, a data limite foi expandida para 4 de março de 2016. Ainda assim, sob alegação da categoria de que o mercado não está suprindo a grande demanda de máquinas de cartão, a Prefeitura concedeu mais 30 dias para que, finalmente, toda a frota esteja adequada à nova regra. 

Caso não cumpra a determinação, o motorista será multado em R$ 32,40 com penalização de cinco pontos no prontuário.

Publicidade
Publicidade

Havendo reincidência, multa e penalidade serão duplicadas, havendo risco de detenção do veículo e do cadastro para taxista.

Segundo Fernando Matias, diretor de Marketing Brasil da Easy Taxi, essa situação não ocorrerá com os Táxis Pretos, já que nessa categoria “todas as solicitações são obrigatoriamente realizadas pelos aplicativos e todos os táxis precisam aceitar método de pagamento mobile”. #Negócios