Alexandre Frota, juntamente com Marcelo Reis, ambos do Revoltados Online, entregaram uma notificação extrajudicial assinada pelo advogado Júlio Casarin, na prefeitura da cidade de São Paulo.

O motivo é pedir um posicionamento da prefeitura e do prefeito Fernando Haddad (#PT-SP) sobre a funcionária da secretaria de cultura, Priscilla Toscano que, no mês passado, juntou-se com seu grupo de ‘artistas’ para protestar contra 37 deputados que votaram a favor do impeachment, como Marco Feliciano, Jair e Eduardo Bolsonaro, entre outros.

Na ocasião, Priscilla urinou e defecou sobre a foto do deputado federal Jair Bolsonaro (PSC-RJ), na frente de todos que passavam pela rua, sendo filmada, inclusive pelos organizadores do protesto e tendo sua imagem amplamente divulgada na internet.

Publicidade
Publicidade

O ato gerou repúdio em todo o país e, após a repercussão, Priscilla chegou a desativar sua conta no Facebook e evitou exposição na internet. De qualquer maneira, descobriu-se que a manifestante, feminista e atriz, também é professora.

Priscilla lecionou para menores de idade das séries finais do ensino fundamental até 2014 e, atualmente, possui um contrato com a prefeitura para ser orientadora do curso de teatro, oferecido gratuitamente pela secretaria de cultura.

Relembre um pouco o fato:

 

A notificação

Alexandre Frota, que tem se destacado na luta contra a corrupção, deixando a imagem de bad boy para trás e sendo elogiado por cidadãos e parlamentares, compareceu na prefeitura de São Paulo, juntamente com o advogado do Revoltados Online, Júlio Casarin, e protocolou a notificação.

Por ser extrajudicial, não ocorre ainda uma ação sobre o caso, mas, se a prefeitura não conferir nenhum posicionamento, é possível ajuizar uma ação judicial contra a prefeitura pela negligência diante do caso.

Publicidade

Alexandre e o advogado divulgaram dois vídeos sobre a notificação, explicando para os internautas o que foi solicitado ao prefeito no documento entregue no prédio da prefeitura.

Assista-os agora:

Você concorda com essa iniciativa? Deixe sua opinião com um comentário. #Justiça #Comportamento