Com apoio do Instituto Brasileiro de Museus, a Seção de Patrimônio de São Bernardo do Campo, cidade localizada na região metropolitana de São Paulo, abriu inscrições para uma visita monitorada ao Cemitério de Vila Euclides, que tem como objetivo, segundo ao organização do evento, ampliar a visão daqueles que enxergam o local apenas e, tão somente, como o lugar onde os mortos são sepultados.

O Cemitério da Vila Euclides, cujo funcionamento começou em 1875, é um dos mais antigos do Estado de São Paulo. Com quase 5 mil jazigos e média de 20 sepultamentos por mês, no local estão enterradas diversas personalidades que fizeram parte da história daquela cidade, como o empresário e benfeitor Salvador Arena, fundador da companhia Termomecanica, entre outros integrantes de famílias tradicionais como Demarchi, Casa, Batistini e Breda.

Publicidade
Publicidade

A visita monitorada será realizada no próximo sábado, dia 21 de maio, das 9h às 11h. As inscrições são gratuitas e devem ser realizadas exclusivamente por e-mail (ver endereço abaixo), informando nome completo e um telefone para contato. De acordo com a Seção de Patrimônio, estão disponíveis 50 vagas. 

O cemitério fica na Avenida Redenção com fácil acesso para quem pretende utilizar o transporte público. Recomenda-se consultar o site da empresa SBCTrans para verificar quais linhas passam pelo local.

Segundo orientação dos organizadores, como se trata de um evento ao ar livre, no caso de chuva, o mesmo será cancelado. 

Primeiro enterro

Em artigo publicado no jornal Diário do Grande ABC, em maio de 2014, o jornalista e memorialista Ademir Médici declara que a primeira pessoa enterrada no Cemitério da Vila Euclides foi a senhora Catharina de Moraes, esposa do coronel Oliveira Lima, importante personagem na história da região. 

Catharina era também sobrinha do presidente da República, Prudente de Moraes, e irmã do conhecido engenheiro Domingos de Moraes.

Publicidade

Atualmente, o cemitério não dispõe de vagas para sepultamentos provisórios, e apenas as famílias que já possuem jazigos conseguem fazer a inumação.  #Grande ABC