Infelizmente, o número de pessoas que decide fazer justiça com as próprias mãos aumenta a cada dia, talvez este seja o reflexo da sensação de impunidade crescente em todo país.

Um homem resolveu fazer justiça, matando o namorado da sua ex, suspeito de estuprar sua filha de apenas 10 anos, repetidas vezes.

Segundo informações do portal de notícias G1, o #Crime aconteceu na tarde de terça-feira (3), na cidade de São Vicente, litoral de São Paulo.

Entenda o que motivou o crime

Jefferson do Carmo, de 28 anos, pai da menina de 10 anos, é o suspeito de invadir a casa de Fernando Júnior, de 26 anos, e o matar com três tiros. Após cometer o crime, ele fugiu.

Publicidade
Publicidade

Conforme informou a polícia, a avó da criança notou que ela vinha tendo um comportamento estranho e resolveu conversar com a neta, que lhe contou que foi abusada sexualmente por Fernando Júnior.  Ao saber dos abusos, a família procurou a polícia e fez o boletim de ocorrência.

Quando Jefferson soube do BO procurou sua filha, que confirmou que havia sido abusada pelo namorado de sua mãe. Transtornado, o homem armado, se dirigiu à casa de Fernando, que fica no bairro Cidade Náutica, onde praticou o crime. Os disparos atingiram o tórax e a mão da vítima.

Fernando foi socorrido pelo SAMU - Serviço de Atendimento Móvel de Urgência, levado para o Hospital Municipal de São Vicente, mas não resistiu aos ferimentos.

Relacionamento 

Jefferson teve um relacionamento com a jovem de 27 anos e teve uma filha com ela.

Publicidade

Em 2013, a vendedora conheceu Fernando, por meio de uma rede social e se mudou com sua filha para o Rio de Janeiro, onde passaram a morar com Fernando. Contudo, por causa de dificuldades financeiras, o casal mudou para São Vicente, SP.

Investigação criminal

Até o momento do fechamento desta matéria, Jefferson não havia sido localizado pela polícia. A perícia da Polícia Civil foi requisitada e o caso foi registrado no 2º Distrito Policial de São Vicente, como homicídio doloso. A investigações continuam sendo feitas, a fim de decifrar o pradeiro do pai da garota. #Investigação Criminal #Casos de polícia