Nos dias 17 e 18 de junho, será realizada a Conferência Municipal da Cidade de Bauru, na Universidade Sagrado Coração (USC), onde propostas para o desenvolvimento e diretrizes da municipalidade serão discutidas em seis áreas (mesas temáticas), que acolherão propostas para as conferências estadual e federal, ainda com datas indefinidas.

Energia alternativa limpa para atrair empresas

Uma das mesas, a de Desenvolvimento Econômico, vai levar propostas de energia alternativa limpa e a discussão de como atrair investimentos para uma cidade que perdeu muitos empreendimentos, nos últimos 25 anos. A mesa de Mobilidade irá propor alternativas de acessibilidade e do Plano de Mobilidade, visando implementar soluções modernas para o trânsito da cidade, que já se encontra caótico nos horários de pico e pode piorar durante a construção das marginais da rodovia que corta a cidade, a Rodovia Rondon.

Publicidade
Publicidade

As outras mesas também vão discutir e todas devem priorizar quinze propostas para uma plenária, sendo que cinco delas serão levadas ao âmbito estadual.

A Cidade Administrativa como solução para crise econômica municipal

Uma das propostas enviadas à coordenação do evento é a criação de uma Cidade Administrativa, nos barracões industriais da antiga Rede Ferroviária, que apesar de tombados, encontram-se em estado de decomposição: vidros quebrados, telhas caindo e quebradas, sem função social e ocupando uma área central da cidade. A ideia de uma Cidade Administrativa nos barracões pode ser bancada pelo economia gerada no não pagamento de diversas casas alugadas a valores que superam R$2.000,00 (dois mil reais) ao mês para as diversas secretarias e EMDURB. Além disso, um segundo ganho pode ser realizado pela instalação de painéis fotovoltaicos no telhado dos barracões reduzindo a conta de luz que a prefeitura paga, inclusive para parques, edifícios públicos e escolas.

Publicidade

A terceira vantagem de tal movimento é a concentração de serviços e atividades das secretarias, que podem economizar no deslocamento de funcionários entre órgãos e de veículos para transportar tais pessoas ou cargas como um número grande de processos que ainda são em papel.

Vantagens das propostas novas

Uma grande diferença de tais propostas em relação às propostas de conferências anteriores é que elas modernizam e geram economia de recursos, visando potencializar o interesse de empresários para investir na região. O enxugamento de despesas administrativas e a geração de energia barata e em abundância podem facilitar a argumentação de instalação de empresas para produtos de alto valor agregado, tais como empresas de TI e de Software, usina de energia eólica ou de aerogeradora, tecnologia em Odontologia, turismo acadêmico e de negócios. A cidade já tem a vantagem de possuir mais de 10.000 alunos em cursos superiores de diversas instituições, incluindo a Unesp, com o campus com mais cursos, e a USP, além de particulares tais como FIB, USC (que hospeda a conferência) e a Anhanguera.

Publicidade

Participação para legitimar as decisões

A Cidade Administrativa e o uso de energia alternativa limpa em várias situações podem ser o divisor de uma nova era de crescimento para a cidade que terá um novo prefeito a partir do ano que vem, sem agredir ao ambiente e aumentando a renda per-capita da população. Participem da Conferência e reforcem essas possibilidades de crescimento e saída da crise. O credenciamento começa às 18h30min do dia 17 de junho no bloco J da USC. #Governo #Comportamento #Crise econômica