O bebê que ficou ferido gravemente, em um #Acidente de ônibus na cidade de Limeira, interior de São Paulo, não resistiu aos ferimentos e faleceu na madrugada desta quarta-feira (29), por volta de 5h.

A criança deu entrada no hospital em estado grave, apresentando múltiplas fraturas, incluindo um traumatismo craniano. Durante a madrugada, o bebê precisou ser reanimado pela equipe médica, mas o quadro clínico da vítima piorou e ela não resistiu.

De acordo com informações de testemunhas, a criança estava no colo da mãe quando o acidente aconteceu. A mulher estava levando o bebê de 1 ano e meio para a creche quando foram atingidas bruscamente pelo veículo.

Publicidade
Publicidade

O acidente

O acidente ocorreu na manhã desta terça-feira (28). O ônibus de transporte coletivo perdeu o controle e bateu em uma árvore e invadiu uma casa, a criança e a mãe estavam na calçada no momento da tragédia. A motorista do ônibus teria dito que sofreu um mal súbito e perdeu o controle do veículo.

Vanessa Viana Biazotto, de 24 anos, teve #Morte instantânea e o bebê foi socorrido e encaminhado para a Santa Casa. Os passageiros do ônibus não sofreram ferimentos. Segundo informações da polícia militar, os trabalhos de pericia já haviam começado em busca das causas do acidente. O caso será registrado como homicídio culposo.

Vanessa foi enterrada na manhã desta quarta-feira, no cemitério Parque da Ressureição, na cidade de Limeira.

A investigação do acidente

Mamede Jorge Rime, delegado responsável pela investigação do acidente, ainda não ouviu a motorista que dirigia o ônibus, pois ela entrou em estado de choque.

Publicidade

"Ela disse à Guarda Municipal que teve um apagão e passou mal. Ela ficou muito apavorada com o acidente e entrou em estado de choque. Assim que ela tiver condições, será ouvida".

A empresa responsável pelo veículo divulgou uma nota lamentando o fato e se prontificou a auxiliar as vítimas no que for necessário. Ainda em nota, afirmou que a funcionária trabalha há sete anos na empresa e nunca teve problemas de ordem de saúde.