Já é conhecido não só dos moradores de São Paulo, mas também de todo o Brasil que nos dias mais frios do ano quem mais sofre são os #Moradores de Rua e os animais abandonados.

Sabendo disso, protetores de animais, evangélicos, católicos e grupos de voluntários tentam fazer o possível para dar o minimo de dignidade aos que vivem nas ruas, seja distribuindo sopas ou entregando roupas e cobertores.

Para ajudar nessa missão, o fotógrafo Edu Leporo decidiu mostrar alguns cliques dessas vidas ignoradas e até repudiadas pela maior parte da população e dos representantes políticos. Através de imagens simples, Edu capta a essência de quem diz muito sem dizer uma palavra.

Publicidade
Publicidade

Contatei o Edu nessa tarde para saber mais desse projeto e o resultado você vê nas próximas linhas.

Entendendo os moradores de rua x seus #Cães

Após a grande polêmica instaurada em torno da situação de negligência vivida por moradores de rua, teve quem se escondesse atrás de um perfil na internet para dizer que os moradores de rua só queriam saber de beber, usar drogas e roubar, por isso não iam para os abrigos.

São palavras fortes e que generalizam o caso, mas encontradas facilmente nas redes sociais e em comentários de notícias sobre o assunto. O fato é que existem muitos viciados em álcool e drogas que não têm mais nenhuma fé nos outros ou em si próprios e se recusam a irem para albergues, mas as histórias das ruas não se resumem em pessoas com vícios.

Ainda há aqueles que já sofreram abusos físicos, mentais e sexuais e sentem medo de ir para um albergue ou de confiarem em alguém.

Publicidade

Também existem aqueles casos (fora os que nunca foram nem convidados para um abrigo) que não aceitam passar a noite em um albergue porque possuem cães ou #Gatos e os abrigos não os aceitam lá. Enquanto a maior parte da população ignora aquelas pessoas que por erros próprios ou por sofrerem injustiças foram parar nas ruas, os cães são seus mais leais amigos.

O projeto

Visando ajudar essas pessoas, Edu e seus amigos transformaram o livro 'Moradores de Rua e Seus Cães' em uma ação social. O grupo espalha caixas de doações por alguns pet shops de São Paulo, onde as pessoas podem doar ração, produtos de higiene pessoal, cobertores, entre outros itens.

Também é possível fazer uma doação pelo site (petlove.com.br) usando o e-mail moradoresmrsc@gmail.com que o grupo receberá as doações em seu respectivo endereço. No caso do pet shop online, pessoas de qualquer lugar do Brasil podem ajudar.

Os doadores também podem entregar suas doações nos dias das ações sociais, divulgadas previamente na página 'Moradores de Rua e Seus Cães' no Facebook.

Publicidade

Quem doar no dia das ações pode, se quiser, auxiliar o grupo nas distribuições.

Se envolva mais nessa linda causa

Para quem vive em São Paulo ou pretende visitar a cidade nos próximos dias, ocorre uma exposição desse mesmo projeto na Matilha Cultural até o dia 16 de julho. Lá estão expostas histórias e fotos que vão te contar segredos que a maioria das pessoas não queriam saber. Pelo menos até agora, porque com essa inciativa, vai ter muita gente olhando com os olhos do Edu o que tantas vezes passamos perto e não notamos.

A Matilha Cultural está localizada na Rua Rego Freitas, 542 - Centro de São Paulo (região da República).

Compartilhe essa iniciativa com seus amigos e mostre ao mundo que é possível fazer a diferença!