A Volkswagen do Brasil interrompeu a produção da unidade Anchieta nesta segunda-feira. A paralisação em São Bernardo do Campo, causada pela falta de peças, deve continuar até amanhã, segundo informações do sindicato da categoria. 

Os componentes que faltam para a continuidade dos trabalhos são fornecidos pela empresa Prevent, multinacional dona das companhias Keiper, Cavelagni e Mardel.

No último mês de maio, sofrendo com o mesmo problema, a Volks conseguiu uma liminar na Justiça obrigando a fornecedora a retomar a entrega dos itens sob pena de multa de R$ 500 mil ao dia.

O clima é de surpresa e tensão entre os empregados da montadora alemã.

Publicidade
Publicidade

O caso lembra os problemas enfrentados pelos metalúrgicos da Karmann Ghia, há mais de 30 dias abrigados na fábrica, aguardando o pagamento de salários atrasados e a decisão sobre o futuro da companhia. "Em mais de 50 anos de história no país, nunca a Volks parou tantas vezes por falta de peças", afirma um operário que preferiu não se identificar. 

Na vizinha Santo André, quase dois mil funcionários estão com os braços cruzados na fábrica da Pirelli. A greve não tem data para terminar. Nesta segunda, o sindicato da categoria ficou de se reunir com o Ministério do Trabalho para tentar um acordo. 

Mais informações em breve.  #Negócios #Grande ABC