Neste domingo (24), o Psol lançou oficialmente a candidatura de Luiza Erundina, de 82 anos, à Prefeitura de São Paulo em chapa pura com o colega deputado federal Ivan Valente. Erundina governou a cidade entre 1989 e 1993, tendo sido eleita pelo #PT como a primeira prefeita de uma capital brasileira, vencendo o então candidato do PDS Paulo Maluf.

Ao lançar-se oficialmente como candidata, Erundina disse: “Queremos fazer de São Paulo uma cidade das pessoas, invertendo prioridades e dando poder de decisão ao povo. Contra o vale-tudo da política tradicional, acreditamos que, sim, os sonhos podem governar”.

Assistente social por formação, a ex-prefeita está no quinto mandato de deputada estadual, tendo passado do PT ao PSB, e deste ao Psol.

Publicidade
Publicidade

Recentemente, candidatou-se à sucessão de Eduardo Cunha na presidência da Câmara, mas conseguiu apenas 22 votos, dentre estes, alguns de deputados petistas como a deputada e pré-candidata à Prefeitura de Fortaleza, Luizianne Lins.

Críticas a Marta Suplicy

No evento de lançamento de sua candidatura, Erundina criticou o posicionamento da pré-candidata pelo #PMDB Marta Suplicy, também ex-prefeita e ex-colega de PT, e a acusou de ser "traidora do povo". Em entrevista ao Diário Centro do Mundo (DCM), Erundina já havia se referido às questões políticas de Marta: “Ela traiu! É inaceitável o que a Marta fez. Ela usou como pretexto que ia sair de um partido corrupto e foi para o PMDB do Cunha, do Temer e do Renan. Por favor!!! Não dá… E no pior momento do PT”, disse.

Em algumas consultas já realizadas, Erundina aparece em terceiro.

Publicidade

O grupo político da prefeiturável acredita que é possível chegar ao segundo turno.

Outras candidaturas

Também foram oficializadas neste domingo as candidaturas de João Dória Jr (PSDB), Celso Russomano (PRB) e do atual prefeito Fernando Haddad (PT), este último, em evento que contou com a presença do ex-presidente Lula, para o qual o prefeito "é a revolução jamais vista" na cidade. Haddad terá como vice Gabriel Chalita (PDT), recém-saído do PMDB. #Eleições 2016