O Brasil tem mais de 45 milhões de deficientes, sendo que cerca de 19 milhões com problemas físicos. Isso equivale a quase o dobro da população de Portugal. Apesar desses números, os cidadãos que têm necessidades especiais muitas vezes parecem não existir.

Na zona sul de São Paulo, a senhora Terezinha de Jesus sofre de doença neuromuscular. A vida dela já é um desafio e tanto, piora quando a rua de sua casa não é recapeada pela prefeitura e quando o Atende, serviço de transporte oferecido pela Prefeitura de São Paulo, não dá toda a assistência necessária.

Uma cidade marcada pelos obstáculos que são colocados no caminho: árvores e postes no meio da calçada, guias sem rebaixamento, falta de estacionamento exclusivo para eles, já que em alguns casos a vaga até existe, mas há também desrespeito.

Publicidade
Publicidade

E é disso que Terezinha, que mora no Grajaú, reclama. "Eu consegui o transporte (Atende) com a prefeitura, mas os funcionários quando vêm me buscar me tratam super mal e dizem que 'não são obrigados a entrar nesse buraco'", desabafa.

Veja o #Vídeo compartilhado por populares nas redes sociais:

Isso porque a rua que Terezinha mora não é recapeada e a situação é precária. Moradores dizem que já solicitaram diversas vezes para a subprefeitura a colocação de asfalto no local, o que não foi atendido. A rua é totalmente esburacada, além de ser uma ladeira bastante inclinada, o que prejudica ainda mais a vida da deficiente. "Eu me sinto numa prisão, não consigo sair de casa", contou. "A gente já luta há bastante tempo e nada é feito, é um descaso total das autoridades, a gente precisa de uma solução", finalizou.

Publicidade

A doença

Terezinha sofre de Doença Neuromuscular (DNM) que, segundo o portal RedMed, abrange muitas outras doenças e males que prejudicam a função muscular, quer diretamente através de patologias intrínsecas do músculo, quer indiretamente através de patologias do sistema nervoso. 

Alguns pacientes com DNM são caracterizados por um progressivo comprometimento muscular levando a perda de mobilidade, uso obrigatório de cadeira de rodas, dificuldades de engolir, fraqueza dos músculos respiratórios e até a morte por insuficiência respiratória.  #sistema de saúde #Saúde