No fim da manhã desta segunda-feira, 25, um momento pitoresco acontece na Zona Oeste de São Paulo. O ex-Senador e candidato a vereador pelo Partido dos Trabalhadores (PT), Eduardo Suplicy, acabou sendo preso após se jogar no chão e tentar impedir o trabalho da Polícia Militar. Ele protestava contra a reintegração de posse na região. Um vídeo disponibilizado nas redes sociais mostra o exato momento em que o apoiador da presidente afastada Dilma Rousseff é carregado pela Polícia. De acordo com informações do G1, o candidato a vereador foi levado para a delegacia do Jardim Arpoador. Até o fechamento desta reportagem, Eduardo Suplicy ainda não havia se pronunciado sobre a prisão. 

A Polícia militar diz que ele não foi preso, mas sim detido por atrapalhar o trabalho dos agentes da lei, oferecendo grande resistência.

Publicidade
Publicidade

Em fotos publicadas no Facebook, o político aparece jogado no chão, fazendo uma espécie de tapete humano e impedindo que carros da PM passassem pelo local, derrubando possíveis casas e barracos. Os moradores da região alegam que não tem para onde irem. Por conta disso, eles decidiram protestar dede cedo. Os moradores, segundo a prefeitura, estariam em um terreno na Cidade Educandário. A Justiça concedeu a reintegração de posse à prefeitura de São Paulo, que é proprietária do terreno. 

Não se sabe agora para onde vão cerca de 1000 pessoas, divididas em 350 famílias. O protesto, segundo informações do G1, começou ainda de madrugada. Vídeos publicados pelo portal mostram o momento que os moradores do terreno colocaram fogo em diversos objetos, como colchões. Com isso, eles formaram uma espécie de escudo que impediria a entrada dos seguranças.

Publicidade

Não adiantou muito. A atitude era para evitar que um oficial de Justiça apresentasse o documento que faz com que eles sejam obrigados a saírem do local. 

Um ônibus também foi usado para impedir a passagem da Polícia. Fogo foi colocado no veículo e ele ficou parcialmente destruído.

Veja abaixo o momento em que o ex-Senador Eduardo Suplicy foi preso:

#PT #Crime