O repórter da TV Matão, Beto Garcia, estava a trabalho e se deparou com um acidente de trânsito. Um homem havia caído da moto na Avenida São Lourenço, próximo da Rodoviária, e parou com o carro para cobrir o caso.

No vídeo é possível ver a vítima caída, e uma mulher segurando a mão dela, abaixada tentando tranquilizá-la. De repente chega um homem altamente alterado e agressivo.

Esse homem, um corretor de imóveis de 33 anos, que também pratica MMA, era o filho da vítima que caiu da moto. Ele foi extremamente agressivo com as pessoas que paravam para ver o que tinha acontecido. Chegou a expulsar aos gritos e ameaças um homem que parou de bicicleta para ver o acidente.

Publicidade
Publicidade

O comportamento dele piorou quando percebeu que estava sendo filmado.

As cenas são revoltantes, ele partiu em direção ao repórter indagando: ” Você está filmando?”, se aproxima começa a agressão, dá para ouvir os gritos do repórter pedindo que parasse e que iria apagar, mas ele continuou com a agressão, pessoas que estavam no local correm para intervir na ação descontrolada, agressiva e de total repulsa do corretor, que só larga o repórter pela intervenção de populares.

Relatos do repórter

Beto Garcia afirma que em 17 anos de profissão que nunca havia passado por nada parecido, disse que por duas vezes o agressor deu um mata-leão nele, que apertou com tanta força que ficou sem ar e sentiu seu pescoço estalar.

Garcia sofreu ferimentos e passou por exames de corpo e delito, e registrou um boletim de ocorrência contra o filho da vítima do acidente.

Publicidade

O repórter relatou ainda que o “valentão” tentou jogá-lo no Rio são Lourenço, a uma altura de três metros de altura, e só não conseguiu o feito devido a intervenção de populares que não permitiram.

Garcia afirma ainda que teve todo cuidado para não mostrar a vítima e sim a situação, como é visto nas imagens, por morar numa cidade pequena e quase todos se conhecerem.

A versão do filho da vítima do acidente

O corretor de imóveis disse que seu pai, que tem 65 anos, foi fechado por um veículo e caiu, o motorista do veículo não parou para dar socorro. Seu irmão havia ligado para ele afirmando que o resgate estava demorando muito. Foi então que ele se dirigiu até o local, e que ficou chateado, pois hoje em dia as pessoas só se aproximam para filmar, sem se preocupar com a vítima que muitos se querem ligam para o resgate.

Afirma também que pratica esportes, mas que não é para brigar e negou ter dado algum golpe no repórter, falando que  o repórter está tentando se promover.

Medidas tomadas

A emissora para a qual Garcia trabalha diz que vai tomar todas medidas cabíveis para que o rapaz responda judicialmente pelo que fez. O repórter já registrou o caso na delegacia e agressor será chamado para prestar depoimento.

A vítima do acidente de moto

O homem que caiu da moto foi socorrido e levado para um pronto socorro mais próximo, passou por exames que demonstraram algumas escoriações, mas sem risco vital para a vítima.

#Crime #Casos de polícia