Diadema amanheceu nesta quinta-feira, 13, com um #Acidente envolvendo mais de 10 pessoas. Por volta das 6h, em frente ao Terminal #Diadema, um carro em velocidade excessiva passou no farol vermelho no cruzamento da linha do tróleibus com a avenida Fábio Eduardo Ramos Esquivel e atingiu um coletivo, que bateu contra outro veículo público. O motorista do carro tentou fugir mas foi pego pela polícia. Ele apresentava sinais de embriaguez e, como se recusou a fazer o teste do bafômetro, foi levado a um hospital para realizar exame de sangue.

As vítimas que estavam nos tróleibus foram socorridas pelo SAMU (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência) e encaminhadas aos hospitais de Diadema e São Bernardo do Campo.

Publicidade
Publicidade

Os motoristas dos dois trólebus e mais um passageiro ficaram presos nas ferragens e um dos motoristas está internado em estado grave no Hospital Estadual de Diadema, no bairro Serraria. Segundo informações dos bombeiros, eles saíram do local do acidente conscientes. As outras vítimas com ferimentos leves foram levadas ao Hospital Estadual Mário Covas, em Santo André, cidade vizinha à Diadema, e também ao Hospital Municipal de Diadema. Além do SAMU, o Corpo de Bombeiros encaminhou 6 viaturas para auxiliar no resgate.

A avenida em que aconteceu o acidente ficou interditada até as 8h no sentido bairro. Esse transtorno gerou um atraso de 40 minutos aos usuários do transporte coletivo.  O caso foi registrado no 1º DP, no centro de Diadema.

Acidentes

De acordo com dados do Ministério da Saúde, divulgados em dezembro de 2015, houve redução no número de mortes em acidentes de trânsito no Brasil.

Publicidade

No ano de 2013, 42.266 mortes foram registradas. Já em 2014, esse número caiu para 40.294, uma redução de 5%. Essa diminuição se dá em razão da Lei Seca (Lei 11.705/2008).

Apesar da redução no número de acidentes, o Brasil ainda está longe da média mundial que registra 8,3 mortes a cada 100 mil habitantes. Atualmente o Brasil atinge a taxa de 19,9 mortos a cada 100 mil habitantes. A meta do Plano Nacional de Redução de Acidentes é de reduzir em pelo menos 50% o número de mortes no trânsito até o ano de 2020. #ABC