A internet é uma ferramenta fundamental no tempo em que vivemos. Ela facilita a vida, favorece um novo mercado de trabalho e nos mantém informados. Mas existe um perigo real que muitas pessoas ainda negligenciam como, por exemplo, chats de bate-papo, redes sociais e os conhecidos e adorados ‘jogos online’. O poder destas ferramentas não é apenas de diversão, pois não podemos esquecer que existem outras pessoas do outro lado, dispostas a interagir, influenciar e induzir. Mais um triste exemplo aconteceu no último sábado, em São Vicente, litoral de São Paulo.

Gustavo Riveros Detter, de apenas 13 anos, sofreu uma asfixia mortal, motivada por competidores online de ‘#Leagues of Legend’.

Publicidade
Publicidade

Segundo a matéria do portal G1, o garoto havia perdido uma partida e, então, foi desafiado a uma prática conhecida entre os ‘#Gamers’ por '#Choking Game' que, na tradução literal significa ‘Jogo da asfixia’, onde a meta é desmaiar, após a interrupção de oxigênio. Gustavo enrolou uma corda no pescoço, perdeu a consciência e foi achado desacordado por seus familiares, que tentaram reanimar o menino e o conduziu até o hospital, mas ele não resistiu e faleceu na manhã do último domingo (16). 

Conheça o jogo:

Segundo Marcos Riveros, que é tio do menino, haviam mensagens trocadas entre os participantes no computador, que zombavam da prática perigosa, quando alguém pergunta por Gustavo, outro responde: ‘Ele foi ali brincar de se enforcar’. Como se não bastasse a indução, ao que tudo indica, os jogadores acompanharam em tempo real, todo o minutos de horror, que o garoto sofreu.

Publicidade

Para o tio, a morte de seu sobrinho foi ‘vendida’ como uma grande brincadeira na rede, e ele questiona quantos mais deverão perder suas vidas motivados por uma prática cruel de quem se esconde atrás de um computador. Marcos foi o representante da família ao falar com a imprensa, durante o velório que aconteceu em Santos esta manhã (17).

O registro do ocorrido encontra-se na 7ª Delegacia de Polícia da cidade de Santos,  será investigado em São Vicente, onde a morte aconteceu. No momento, autoridades estão de posse de todo material para perícia, incluindo o computador. Familiares e amigos serão ouvidos durante os próximos dias, e os participantes que estavam na partida serão chamados para depor.